Tubarões habitam cratera de vulcão submarino ativo e intrigam cientistas

Tubarões habitam cratera de vulcão submarino ativo e intrigam cientistas

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 25 de Maio de 2022 às 21h20
byrdyak/envato

No último dia 14, imagens de satélite mostraram que o Kavachi, vulcão submarino nas Ilhas Salomão, entrou em atividade mais uma vez. No entanto, a parte mais intrigante de tudo, sob os olhos da ciência, é que tubarões habitam seus arredores. O caso ficou conhecido por uma filmagem lançada pelo Natgeo há alguns anos, e agora ganha atenção novamente.

Justamente por causa de sua população excêntrica de tubarões-martelo (Sphyrna spp) e tubarões-seda (Carcharhinus falciformis), o Kavachi ficou conhecido como “Sharkcano”. Desde sua descoberta, lá em 1939, o vulcão enfrentou aproximadamente 36 períodos de erupção. Mas como é possível que tubarões possam viver nesse tipo de ambiente?

Em entrevista ao The New York Post, a pesquisadora Kadie Bennis — do Programa Global de Vulcanismo da Smithsonian Institution — declarou que isso não é tão incomum quanto se imagina. Mesmo no caso da superfície, existem seres humanos que habitam cidades construídas em torno de vulcões. “Portanto, é completamente normal que haja tubarões e outras formas de vida marinha em torno de vulcões subaquáticos, já que também contribui para o ecossistema", apontou.

Mesmo assim, os cientistas ainda estão tentando compreender o que torna os tubarões fisicamente aptos a habitar condições tão quentes e ácidas. A teoria é que essas espécies evoluíram a ponto de se adaptar à sobrevivência nesse ambiente, mas para compreender tal comportamento mais a fundo, seria necessário analisá-las em pesquisas futuras.

Fonte: The Guardian, New York Post

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.