Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Primeiras evidências de humanos cozinhando com fogo datam de 780 mil anos

Por| Editado por Luciana Zaramela | 15 de Novembro de 2022 às 15h18

Link copiado!

Benjamin/Unsplash
Benjamin/Unsplash

Em novo artigo publicado na Nature Ecology & Evolution, cientistas revelaram que as primeiras evidências de humanos cozinhando alimentos através do uso controlado do fogo datam de 780 mil anos atrás. A informação foi obtida através da análise de peixes de um sítio arqueológico de Israel chamado Gesher Benot Ya'aqov.

Os arqueólogos encontraram restos de peixes que claramente foram cozidos anteriormente. A análise mostrou que esses restos foram expostos a um calor abaixo de 500°C, o que, segundo a equipe, é uma indicação clara de que o peixe foi deliberadamente cozido, com algum tipo de separação das próprias chamas.

Isso porque, se os peixes tivessem sido jogado diretamente no fogo, eles teriam mostrado sinais de temperaturas muito mais altas. “A grande quantidade de restos de peixes encontrados no local prova seu consumo frequente pelos primeiros humanos, que desenvolveram técnicas especiais de culinária", apontam os pesquisadores.

Continua após a publicidade

Segundo o grupo, essas novas descobertas demonstram não apenas a importância dos habitats de água doce e dos peixes que eles continham para o sustento do homem pré-histórico, mas também ilustram a capacidade dos humanos pré-históricos de controlar o fogo para cozinhar alimentos e sua compreensão dos benefícios de cozinhar peixes antes do consumo.

Os dentes mais antigos do local foram datados de cerca de 780 mil anos atrás, tornando-os a evidência direta mais antiga até agora do uso controlado do fogo para cozinhar alimentos. Esse é um grande salto em relação ao recorde anterior, que data de apenas 170 mil anos.

No entanto, os arqueólogos estimam que os humanos antigos tenham começado a prática ainda mais cedo, já que há evidências de que hominídeos como o Homo Erectus aprenderam a controlar o fogo há mais de um milhão de anos.

Fonte: Nature Ecology & Evolution via Eurekalert