O que é DNA?

O que é DNA?

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 08 de Fevereiro de 2022 às 13h30
Peggy und Marco Lachmann-Anke/Pixabay

Todos nós temos DNA, e mesmo assim, ainda há uma série de dúvidas a respeito. Ainda que se utilize com frequência termos como "teste de DNA" ou expressões como "está no seu DNA", é difícil ter na ponta da língua uma resposta precisa sobre o que essa sigla representa, exatamente.

DNA vem do inglês deoxyribonucleic acid, e se refere a um tipo de ácido relacionado com o armazenamento e a transmissão das informações genéticas, ou seja, todas as informações necessárias para o funcionamento desse organismo e para que ele tenha as características que o definem.

Na prática, todas as células de um mesmo organismo possuem a mesma sequência de DNA, e ao replicar e transmitir seu DNA, animais, plantas e até microorganismos podem transmitir suas características aos seus descendentes.

Quando o DNA foi descoberto?

Em 1953, os bioquímicos James Watson e Francis Crick anunciaram a descoberta da estrutura do DNA, o que permitiu desvendar muitos dos mistérios acerca dos seres vivos e da reprodução. Essa compreensão foi tão revolucionária que rendeu aos pesquisadores, em 1962, o Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina.

A compreensão do DNA tornou possível que os cientistas medissem como os organismos estão relacionados uns com os outros e ajudou a confirmar e refinar a teoria de Charles Darwin. Hoje em dia, o DNA ajuda muito em terapias de doenças, investigações policiais e até na fabricação de medicamentos.

Por que o DNA tem aquele formato?

A descoberta e compreensão do DNA impactou a ciência de forma imensurável (Imagem: Warren Umoh/Unsplash)

Uma molécula de DNA é disposta como uma escada muito longa e torcida em uma estrutura que chamamos de dupla hélice. Cada "degrau" dessa escada é composto por um par de nucleotídeos, que são como os "blocos construtores" dos ácidos nucleicos. Existem quatro tipos diferentes desses nucleotídeos: adenina (A), citosina (C), guanina (G) e timina (T).

Para formar as hélices, os pares são sempre iguais: A interage com a T (A-T), e C com G (C-G) ou vice-versa (T-A e G-C). A ligação entre essas moléculas causa uma torção da macromolécula, o que proporciona seu formato tão característico.

O que é gene?

Resumidamente, o gene é um segmento de uma molécula de DNA, ou seja: cada gene é composto por uma sequência específica de DNA, que contém um código para produzir uma determinada proteína. Cada célula humana conta com aproximadamente 25 mil genes. Todas as células de um corpo possuem os mesmos genes, mas em algumas células, um tipo de gene é ativado e outro é desativado, que é justamente o que garante a diferenciação das células.

As formas alternativas de um determinado gene são chamadas de alelos. Em outras palavras, são formas do mesmo gene com pequenas diferenças em sua sequência de bases de DNA. Essas pequenas diferenças contribuem para as características físicas únicas de cada planta, animal ou pessoa (como cor da pele, tamanho, cabelos etc.).

Fonte: Nature Education, Science Focus, Live Science, Medline Plus

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.