Cogumelos podem "falar" até 50 "palavras" uns com os outros; entenda

Cogumelos podem "falar" até 50 "palavras" uns com os outros; entenda

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 07 de Abril de 2022 às 12h20
ivankmit/envato

A ideia de que cogumelos e outros fungos possam "falar" uns com os outros pode parecer excêntrica, mas é justamente essa a descoberta de um artigo publicado na Royal Society Open Science. A comunicação, conforme afirma o artigo, ocorre através de impulsos elétricos.

Essa comunicação, intitulada rede de micélio, conta com 50 tipos diferentes de impulsos, então é como se fosse um vocabulário de 50 palavras. No artigo, os cientistas comparam o micélio com a comunicação que os neurônios fazem em nossos cérebros, por meio de mudanças no potencial elétrico.

Os pesquisadores testaram quatro espécies de fungos para ver se elas falavam a mesma “linguagem”, mas cada uma se mostrou bem diferente: enquanto uma das espécies tinha longos intervalos entre os picos de eletricidade, outra apresentava uma variedade mais rica de “palavras” formadas a partir de combinações variadas de pulsos de alta e baixa frequência.

Cogumelos podem comunicar entre si, segundo estudo (Imagem: linux87/envato)

Aplicando ferramentas de análise linguística, os pesquisadores identificaram certas repetições frequentes desses impulsos, e descobriram que tal como acontece com as línguas utilizadas pela humanidade, alguns cogumelos tendem a usar "palavras" mais longas.

O artigo cita que, das quatro espécies estudadas, a Schizophyllum commune tem as “frases” mais complexas. No entanto, a ideia é estudar mais a fundo essa comunicação por impulso elétrico e entender como ela funciona em outras espécies de fungos, já que existem milhares por aí.

Fonte: Royal Society Open Science

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.