Previsão do tempo: mais do que aparência, queremos informações de qualidade

Por Willians Bini | 08 de Setembro de 2012 às 17h13

Nesse artigo vamos discutir sobre o quanto é importante a qualidade de uma informação, em contrapartida com a forma como ela é exposta. Em outras palavras: damos mais valor ao “visual”, ou ao real conteúdo de uma informação?

Quando instalamos algum aplicativo em nossos smartphones é mais do que natural querermos algo que seja bonito, com ícones, fontes e imagens bem feitas. No fundo gostamos que as outras pessoas, ao verem nossos smarts, achem bonito o que estamos vendo. E nós mesmos gostamos de mostrar algum novo aplicativo aos amigos. Por esse motivo, o visual é tão importante.

Como alguns de vocês sabem, eu sou meteorologista. Já fiz e faço previsão do tempo há muitos anos, e sempre acompanhei de perto todos os aplicativos que surgem sobre previsão, desde a época dos antigos Palmtops. E o ponto onde eu queria chegar é que muitos dos aplicativos existentes hoje pecam - e muito - na qualidade das informações, porém, não deixam nada a desejar quanto ao visual.

Mas por que isso acontece? Pra explicar, tenho que ser um pouquinho mais técnico. As informações meteorológicas, atualmente, são globalizadas, ou seja, todos os países e seus institutos de pesquisa e órgãos de previsão do tempo e clima têm acesso aos dados meteorológicos dos demais países, graças à Organização Meteorológica Mundial, a OMM, que exige esse tipo de intercâmbio de dados. Mas quem disse que os americanos, europeus ou japoneses (que estão na vanguarda da pesquisa meteorológica) conhecem bem o tempo e clima no Brasil?

Toda previsão do tempo que vemos, seja no rádio, TV, internet ou qualquer outra mídia, vem de modelos meteorológicos, que tentam simular a física da atmosfera através de equações matemáticas. O fato é que esses modelos, na maioria das vezes, precisam ser ajustados para uma determinada região do planeta, e mesmo assim, os resultados devem ser analisados e criticados por um meteorologista antes de ser divulgado.

E é justamente o que os institutos e empresas brasileiras têm feito: dar qualidade e mais precisão à previsão meteorlógica, pois em muitos casos, esse tipo de informação envolve a segurança e pode salvar vidas. Mas onde está o maior problema? Quem gosta de acompanhar a previsão nos widgets e alguns aplicativos de previsão, muitas vezes se decepciona. É muito comum estar um calorão, e você olha a previsão de temperatura máxima, e esta bem menor do que os termômetros estão marcando no momento. Isso acontece pois essas previsões vêm direto dos modelos de outros países, e não têm (quase) nenhum acompanhamento da qualidade de seus resultados.

Mas temos que dar os braços a torcer: muitos deles têm um visual esplêndido! Ícones, mapas, wallpapers e muito mais. Um bom exemplo é o aplicativo do Weather Channel, tanto para Android como para iPhone. Vale destacar o aplicativo do Accuweather, que promete alertas de tempo severo, mas só para os EUA.

Mas dá pra confiar em alguma coisa? Claro que sim! Pelo menos um tipo de informação que não tem como divergir da realidade é a condição de tempo presente, ou seja, a temperatura e condição do tempo no local (ou próximo) de onde você esteja. Isso porque esses programas acessam dados de estações meteorológicas automáticas e de aeroportos, e na pior das hipóteses, a informação está um pouco defasada.

Bom, mas sabemos que existem empresas e institutos meteorológicos de grande credibilidade aqui no Brasil, responsáveis pela previsão e monitoramento do tempo. E posso lhes garantir: atualmente nossa previsão do tempo não deixa nada a dever, quanto ao uso de tecnologia, qualidade dos dados e experiência dos meteorologistas, para os demais paises desenvolvidos.

As opções de aplicativos nacionais não são muitas. Vou deixar a dica de um aplicativo que uso no meu Galaxy S II, que é o TempoAgora (Android e iOS). Tem tudo que os demais aplicativos têm, com a vantagem de ter uma previsão do tempo para o Brasil, feita por brasileiros. Se tiverem outras dicas interessantes, podem compartilhar. E até a próxima!

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.