O que acontece quando você derruba um martelo e uma pena juntos na Lua?

Por Redação | 13.08.2014 às 13:00
photo_camera Divulgação

Desde a década de 70, circulam inúmeras teorias de que o homem nunca chegou à Lua. Mas é fato que a humanidade alcançou sim o satélite natural da Terra. E um dos experimentos mais famosos realizados por lá aconteceu no último dia da missão Apollo 15, em 1971, quando o comandante David Scott testou uma teoria de 1589, do matemático Galileu Galilei: a massa não afeta a força gravitacional. Saiu no CNET.

Vamos começar com uma pequena aula de ciência. Digamos que você tenha dois objetos em mãos: uma bola de bilhar e uma pena. Você então os deixa cair da mesma altura e ao mesmo tempo. A probabilidade da bola chegar ao chão primeiro é maior, mesmo que por uma fração de segundo. No entanto, como propõem os estudos de Galileu, todos os objetos liberados ao mesmo tempo caem na mesma taxa de aceleração, independentemente de sua massa, e chegam ao chão simultaneamente.

A questão é que isso só ocorre na ausência de forças como a resistência do ar, o que dificulta realizar esse experimento na Terra. Nosso planeta é envolto por um tipo de atmosfera que provoca um efeito conhecido como arrasto aerodinâmico (ou resistência aerodinâmica), que é a força que se opõe ao deslocamento do objeto através da atmosfera. Toda vez que você se move, você está se empurrando contra o ar. Ou seja, quanto mais denso for o objeto que se move pelo ar, maior é a pressão do arrasto - e maior é a força necessária para se locomover através dele.

Como na Lua não há essa resistência aerodinâmica, todos os objetos jogados de uma mesma altura chegarão ao solo ao mesmo tempo. Foi o que fizeram os astronautas da Apollo 15: de um lado, um martelo geológico de alumínio que pesava 1,32 kg; do outro, uma pena de falcão de 30g (0,03 kg), 44 vezes mais leve que o martelo. Quando ambos foram soltos de uma mesma superfície, os dois objetos atingiram o chão no mesmo instante, demonstrando, assim, a teoria de Galileu.

Abaixo você assiste o experimento realizado em 1971:

No vídeo, Scott diz que o teste foi uma homenagem a Galileu. "Imagino que uma das razões para estarmos aqui hoje é por causa de um senhor chamado Galileu. Há muito tempo, ele fez uma descoberta significativa sobre objetos em queda em campos gravitacionais. Então pensamos: que lugar seria melhor para confirmar suas descobertas do que na Lua? Por isso, decidimos fazer isso para vocês aqui", comentou o astronauta. "Isso mostra que Galileu tinha razão".

O mesmo experimento já foi feito aqui na Terra, em laboratório, em um compartimento sem atmosfera. Veja:

E com o corpo humano? O que aconteceria se ele fosse diretamente exposto ao vácuo do espaço? A resposta é: muitas etapas até que o astronauta venha a falecer, começando com a completa falta de ar até o inchamento da epiderme e do tecido conjuntivo. Neste link explicamos melhor como isso tudo ocorre.