Diego: bebê-robô que reproduz expressões humanas está sendo desenvolvido nos EUA

Por Redação | 12 de Janeiro de 2013 às 11h00

A Universidade da Califórnia, em San Diego, está trabalhando em um projeto em que a máquina adquire impressões humanas há vários anos e, finalmente, criou o primeiro vídeo de seu bebê-robô.

Robô-bebê

O robozinho está sendo desenvolvido para pesquisar e entender o desenvolvimento cognitivo das crianças. Ele possui uma câmera atrás dos olhos para gravar e aprender as interações humanas ao seu redor. Ao que tudo indica, seu nome é Diego em homenagem ao local onde nasceu: San Diego.

São 27 partes móveis no rosto do robô e ele é capaz de reproduzir uma série de expressões — para uns, ele é um protótipo bem elaborado de um ser humano expressando suas emoções. Para outros, ele causa arrepios! Assista ao vídeo divulgado pela Universidade e julgue se é bonitinho ou esquisitinho.

Bom, independente da simpatia, estes robôs podem ser usados por boas causas. Uma escola primária no Reino Unido, por exemplo, está realizando testes com dois robôs que podem ajudar crianças autistas a aprender fonética e também a aumentar sua interação social por meio de jogos de cartas, memória e imitação. Já os humanoides Max e Ben têm mais jeito de robô (e por isso devem assustar menos as crianças).

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.