Empresa japonesa apresenta pijama inteligente para monitorar pacientes

Por Redação | 08 de Janeiro de 2018 às 16h13

A tecnologia que vem sendo apresentada na CES 2018, que acontece em Las Vegas, não se restringe aos últimos modelos de smartphones ou de soluções de Internet das Coisas. A Xenoma, por exemplo, empresa japonesa de tecidos inteligentes, apresentou um pijama que pode ajudar a vida de quem está no hospital.

O foco são os pacientes com algum tipo de demência. A roupa, nesse caso, ajudará a monitorar a pessoa, sem que seja necessário manter um profissional no quarto.

A tecnologia está embarcada na camisa e na calça. Sensores instalados na região do quadril e das pernas detectam se o paciente está se movendo. Já os que ficam na camisa servem para monitorar os sinais vitais. Além disso, há a possibilidade de conexão com um aparelho de eletrocardiograma.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Conectividade direta

A Xenoma diz que não há necessidade de gel ou líquido para que os sensores se conectem com o corpo do paciente e leiam os sinais, como acontece nos exames de ultrassom, por exemplo. 

A roupa aguenta até 100 lavagens antes de apresentar desgaste, segundo especificações da empresa japonesa. O conjunto, inclusive, já está em teste em um hospital alemão.

A expectativa é que esses pijamas estejam liberados para o mercado em 2020, com preço médio de US$ 100.

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.