CES 2019 | Intel apresenta chip de 10 nm, SoC 5G e hardware para IA

Por Wagner Wakka | 08 de Janeiro de 2019 às 16h08
Captura/Intel
Tudo sobre

Intel

A Intel foi para a Consumer Electronic Show (CES) para finalmente mostrar que seus chips de 10nm estão por vir. A companhia fez a sua apresentação pré-evento nesta segunda-feira (7) e trouxe o que os usuários podem esperar em processadores para este ano e apresentou seu aparelho para rede neural de inteligência artificial de 100 watts.

A empresa está há tempos apanhando para conseguir fazer seu processador de 10 nm. E no final do ano passado, ela informou que estava refazendo o chip para PCs e laptops. O seu Ice Lake de 10 nm é todo baseado na arquitetura Sunny Cove, com Thunderbolt 3 e Wi-Fi 6. Além disso, ele tem o chamado DL Boost, voltado para iniciativas de deep learning.

Contudo, o mais importante ainda paira no ar: quando veremos estes chips no mercado? Segundo a Intel, ainda em 2019, mas lá para o final do ano. A companhia já demonstrou que informou que a PW e a Dell já estão trabalhando em laptops que ao contar contar com este processador, também ainda este ano.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Chip acoplado

Outro anúncio durante a apresentação é de que a empresa está usando uma tecnologia chamada de Foveros 3D para a criação de seus produtos futuros. Isso significa um tipo de design de processadores que permite que outros componentes sejam colocados em cima de chips já montados para oferecer outras funções. Por exemplo, se a companhia necessita de um boost gráfico processamento de inteligência artificial, pode contar com este extra.

5G

A empresa também apresentou no evento seus planos para entrar no mundo do 5G. Atrás da Qualcomm, que está já bem avançada neste sentido, a Intel também mostrou seu system-on-a-chip, chamado de Snow Ridge. Contudo, ao contrário dos produtos da empresa, geralmente voltados para mobile, este aqui deve ser usado para bases sem fio com conexão 5G para a criação de redes inteligentes.

Este produto também vai usar os já citados chips de 10nm da companhia, e TSMC e Samsung já se mostraram interessadas em trabalhar com modems usando a tecnologia.

Intel apresentou suas soluções para 5G na CES 2019 (Foto: Captura/Intel)

A Intel espera que o Snow Ridge possa alcançar 40% de market share em 2022. Isso por conta de uma poderosa capacidade de transmissão de dados. Em demonstração, ela já provou que o hardware é capaz de fazer múltiplos caminhos de dados, permitindo que possa ser usado para jogos e até mesmo cirurgias assistidas de forma remota. Nos testes, o aparelho chegou a marcar 100 gigabits por segundo.

Rede neural

Por fim, a companhia também apresentou algumas novidades em inteligência artificial. O seu novo processador para o setor é o Intel Nervana NNP-1. Este novo hardware chega com a promessa de consumir 100 watts de potência para utilização em pesquisas e aparelhos que exigem um rede neural robusta. Aqui, ele também carrega o DL Boost dos chips de 10 nm.

A apresentação do consumo de energia do aparelho pode ser um grande argumento de venda. Isso porque criações que exigem inteligência artificial geralmente precisam pesar consumo de energia com o retorno em investimentos para a pesquisa ou utilização. Apesar de gastar até mais que seus antecessores, o novo chip promete um desempenho ao menos 5 vezes maior. Este produto deve chegar ao mercado também no meio deste ano.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.