Google diz que Assistente estará presente em 1 bilhão de dispositivos neste mês

Por Wagner Wakka | 08 de Janeiro de 2019 às 12h00
Tudo sobre

Google

A Google está se preparando para um novo marco da empresa. O Assistente, sua inteligência artificial que serve como assistente virtual aos usuários, deve bater a marca de atividade em 1 bilhão de devices ao redor do mundo. Isso é o que a empresa informou em comunicado antes do início da Consumer Electronic Show (CES) 2019, evento que começou oficialmente na terça-feira (8), em Las Vegas, nos EUA.

Segundo a Google, a expectativa é de que o Assistente bata a marca de 1 bilhão de aparelhos conectados ainda este mês, embora ela não tenha divulgado o número atual, nem quanto falta para isso. Contudo, em maio do ano passado, durante o Google I/O, seu evento para desenvolvedores, a empresa havia dito que o número na época era de 500 milhões de dispositivos com o Assistente. Ou seja, é bem possível que este número tenha dobrado em menos de um ano.

A soma leva em conta quaisquer aparelhos que tenham o Assistente. Isso é, smartphones Android, smart speakers, alguns fones de ouvido e outros aparelhos com a tecnologia.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Um dos motivos para este boom também pode ter sido a ampliação dos serviços para casa conectada da companhia. No evento Made By Google, ela apresentou alguns novos produtos, como o Google Home Hub, uma pequena tela que centraliza as principais funções domésticas de notificação e controle de aparelhos conectados. Segundo a Google, “um em cada sete aparelho Google Home ativados durante o final de ano foi do Hub”. Isso mostra que o aparelho vem ganhando a sua força dentre os produtos da gigante.

Outro ponto que facilita, e muito, este número, é que a Google tem parceria com fabricantes de 1.600 marcas diferentes para inclusão do Google Assistente em pelo menos 10 mil produtos do mercado.= Em comparação com seu principal concorrente, a Amazon tem bem menos inserção em produtos do que a Google. Últimos dados da companhia de Jeff Bezos apontam que atualmente cerca de 100 milhões de aparelhos com a Alexa foram vendidos.

Esta diferenciação acontece principalmente porque a Google já coloca o Assistente como padrão em basicamente todos os devices que usam Android no mundo, como smartphones e tablets. Já a Alexa aparece em cerca de 150 produtos já por padrão e é compatível com outros 28 mil, mas é necessário que o usuário mesmo baixe a aplicação.

Fonte: 9to5Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.