5 motivos para NÃO comprar o Toyota Yaris hatch

5 motivos para NÃO comprar o Toyota Yaris hatch

Por Paulo Amaral | Editado por Jones Oliveira | 26 de Junho de 2022 às 09h30
Paulo Amaral/Canaltech

Oitavo colocado entre os 10 hatches mais vendidos do Brasil, o Toyota Yaris tem excelentes atributos para subir na tabela e conquistar cada vez mais o consumidor brasileiro. Alguns detalhes, no entanto, podem ajudar a explicar o porquê de ele não vender mais.

Pensando nisso, o Canaltech listou 5 motivos para NÃO comprar o Toyota Yaris hatch. Vale lembrar que não se tratam de defeitos do carro, mas de itens que, com um pouco mais de carinho e atenção, tornariam o modelo ainda mais interessante para o mercado.

5. Acabamento interno

A Toyota bem que tentou disfarçar, mas basta um olhar atento para ver que os detalhes “em costura”, na verdade, são puro faz de conta. O Yaris hatch tem plástico duro em excesso e isso sempre acaba causando o temor de barulhos indesejáveis quando o carro estiver com um pouco mais de uso.

Imitação de costura é para disfarçar quantidade de plástico duro (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

4. Freio “de mão” (literalmente)

O segundo item na lista de 5 motivos para NÃO comprar o Toyota Yaris hatch é puramente capricho. Em um carro que ultrapassa os R$ 110 mil em sua versão top, não custava nada a montadora ter optado por um freio de estacionamento mais moderno.

Ao invés de escolher por um recurso eletrônico, com um botãozinho no console, por exemplo, a opção foi pela tradicional alavanca, conhecida como freio de mão. Pouco para um carro tão estiloso.

Freio de mão tradicional passa impressão de modelo ultrapassado (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

3. Desempenho

O motor 1.5 aspirado do Toyota Yaris hatch cumpre praticamente com perfeição seu principal objetivo: ser eficiente e, principalmente, econômico para quem precisa utilizar o carro para deslocamentos diários.

O problema que o coloca na lista dos 5 motivos para não comprar o modelo é o desempenho. Abastecido com etanol, o motor oferece até 110 cavalos de potência, com torque de 14,9 kgfm.

Segundo a montadora, ele acelera de 0 a 100 km/h em 11,9 segundos, mas, durante os testes, vimos que ele “sua”, ou melhor, “grita” muito para alcançar boas velocidades.

Motor 1.5 aspirado "sofre" quando motorista pede um pouco mais de potência (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

2. Sensor de estacionamento

Uma ausência sentida em um modelo que custa acima de R$ 100 mil foi o sensor de estacionamento traseiro. Apesar de o Yaris hatch contar com câmera de ré, o tradicional “pi, pi, pi” quando você engata a ré e se aproxima de algum objeto faz MUITA falta. Especialmente porque a visibilidade traseira do modelo da Toyota é mais amiga do ponto cego do que do motorista.

Toyota Yaris hatch não tem sensores de estacionamento traseiros (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

1. Volante

Fechando a lista de 5 motivos para NÃO comprar o Toyota Yaris está o volante do hatch. Apesar de contar com botões que dão acesso a algumas funcionalidades, ele não é “user friendly”. Além disso, o acabamento em couro não é dos mais bonitos e joga contra o conjunto.

O pior, no entanto, é que ele não conta com regulagem de profundidade, e isso pode incomodar alguns motoristas de baixa estatura, que talvez precisem dirigir “grudados” nele para ter a ergonomia ideal.

Volante tem acabamento meio grosseiro, e não tem ajuste de profundidade (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.