Publicidade

Qual é o carro mais caro do mundo?

Por| Editado por Jones Oliveira | 30 de Agosto de 2023 às 21h30

Link copiado!

Divulgação/Rolls-Royce
Divulgação/Rolls-Royce

O Rolls-Royce Boat Tail perdeu o posto de carro mais caro do mundo, mas a montadora britânica especializada em fabricar “joias sobre rodas” não saiu do topo da lista. O motivo? Agora o carro mais caro do mundo é o Rolls-Royce Droptail.

Lançado oficialmente pela marca em agosto de 2023, o Droptail também tem na exclusividade um de seus atrativos. Apenas 4 unidades serão produzidas pela Rolls-Royce, cada uma delas personalizada ao gosto do cliente e com um preço ainda maior do que o cobrado pelos 3 únicos exemplares do Boat Tail.

O Rolls-Royce Droptail será vendido por US$ 32 milhões a unidade (R$ 155,4 milhões), US$ 4 milhões (R$ 19,4 milhões) a mais do que a montadora britânica pediu por cada Boat Tail produzido em 2021.

Continua após a publicidade

E o que o Rolls-Royce Droptail tem de tão especial para custar quase R$ 160 milhões? A própria montadora deu a resposta ao apresentar a primeira versão produzida, batizada de La Rose Noir Droptail.

“O Droptail é arte em movimento, uma interpretação moderna da carroceria roadster. Sombrio, ousado e dramático, é uma conquista extraordinária, inspirada na rosa Black Baccara (espécie de rosa originária da França)”.

Continua após a publicidade

Como é o Rolls-Royce Droptail?

O Rolls-Royce Droptail, novo carro mais caro do mundo, é um roadster conversível de apenas 2 lugares, quebrando a tradição da marca de produzir carros para 4 ocupantes. Segundo a montadora, o Droptail também pode ser fabricado em uma versão com capota rígida, que o transforma em um “emocionante coupé”.

Continua após a publicidade

A construção do carro foi feita com tanto zelo que o artesão responsável pela “joia” trabalhava, no máximo, 5 horas por dia para, de acordo com a Rolls-Royce, “possuir a concentração necessária para uma execução perfeita”.

Pelas imagens e informações divulgadas, o trabalho minucioso foi realizado com sucesso. O Rolls-Royce Droptail ficou pronto após 2 anos e 9 meses de trabalho e mostrou porque herdou o título de carro mais caro do mundo do “irmão” Boat Tail.

Continua após a publicidade

O carro foi construído sobre um chassi monocoque de alumínio, aço e fibra de carbono. Inspirado na rosa Black Baccara, flor favorita da mãe do cliente que encomendou a 1ª unidade do Droptail, ele apresenta o mesmo tom da rosa, um vinho escurecido, elegante e exclusivo, que se torna vermelho perolizado quando exposto à luz.

O design mostra formas elegantes e musculosas ao mesmo tempo, com a grade cromada apresentando pequenas curvaturas para harmonizar com os vincos do capô. Os faróis dianteiros são retangulares, com DRLs em LED afilados, enquanto as lanternas traseiras são verticais, em formato futurista. As portas com abertura invertida e as rodas diamantadas de 22 polegadas completam o visual.

Por dentro do carro mais caro do mundo

Continua após a publicidade

E o que o carro mais caro do mundo reserva para os donos em seu interior? Vamos começar revelando o que há na cabine desse luxuoso — e quase exclusivo — modelo produzido pela Rolls-Royce.

A marca atendeu o desejo do 1º comprador e montou o cockpit com materiais de primeira linha (couro, madeira e fibra de carbono). Os alto-falantes foram esculpidos à mão e o design do painel imita folhas sendo levadas ao vento, mesmo desenho que foi aplicado na tampa traseira do roadster.

A temática também foi aplicada a um baú feito sob medida e devidamente climatizado, para que possam ser guardadas garrafas de champanhe e taças de cristal. Afinal, motivos não faltam para comemorar dentro do carro mais caro do mundo.

Continua após a publicidade

A “cereja do bolo”, porém, fica por conta de um relógio produzido pela Audemars Piguet exclusivamente para o Rolls-Royce Droptail. Ele fica incrustado no painel, mas pode ser retirado e colocado no pulso do proprietário. O buraco deixado pela peça, então, é ocupado por uma rosa esculpida à mão em uma moeda de ouro branco dentro de uma peça em titânio.

Rolls-Royce Droptail: potência digna de esportivo

Nem só de luxo, sofisticação e, porque não dizer, ostentação viverão os donos do Rolls-Royce Droptail. O novo carro mais caro do mundo também tem um conjunto mecânico capaz de rivalizar até mesmo com os mais badalados modelos esportivos.

Continua após a publicidade

Sob o capô, o luxuoso roadster conta com um motor V12 biturbo de 6,75 litros, capaz de gerar impressionantes 601cv de potência e 65,7 kgf/m de torque. O conjunto mecânico faz o Rolls-Royce Droptail acelerar de 0 a 100 km/h em 4,9 segundos, desempenho apenas 1 segundo inferior ao do recém-lançado BMW i7, sedan 100% elétrico da marca alemã.

A velocidade máxima do carro mais caro do mundo também é impressionante: 250 km/h. Não à toa, Torsten Müller-Ötvös, diretor-executivo da luxuosa montadora, resumiu o Droptail em poucas palavras: “Um modelo que une a herança da marca com o toque do cliente em um carro perfeito”.