Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Primeiro carro voador para civis é entregue no Japão

Por| Editado por Jones Oliveira | 04 de Abril de 2024 às 14h10

Link copiado!

Divulgação/AutoFlight
Divulgação/AutoFlight

Os carros voadores deverão, em breve, tomar conta dos céus e, com isso, inaugurar uma nova era da mobilidade urbana. E o primeiro passo foi dado pela AutoFlight, fabricante de aeronaves elétricas de pouso e decolagem vertical — eVTOL.

A empresa confirmou que entregou sua primeira aeronave Prosperity a um cliente no Japão e, com isso, estreou o segmento com uma aeronave civil eVTOL de classe tonelada.

O carro voador é um Prospery de 5 lugares, e o cliente, que não teve a identidade revelada, é uma operadora pioneira de Mobilidade Aérea Avançada (AAM) no Japão, que pretende realizar voos experimentais durante o Osaka World Expo 2025.

Continua após a publicidade
“A entrega oficial do primeiro Prosperity a um cliente significa um novo capítulo para a AutoFlight, à medida que começamos a enviar nossa inovadora aeronave elétrica para mercados globais. Além disso, no lado da carga, o recebimento de pedidos de mais de 200 aviões CarryAll já demonstra uma demanda de mercado muito forte por nossos produtos”, comentou Tian Yu, fundador da AutoFlight.

Carro voador já fez viagem entre cidades

A AutoFlight vem fazendo história com seus carros voadores em 2024 e, por isso, aposta no sucesso deste novo modal para revolucionar a mobilidade urbana não apenas na Ásia, mas em todo o planeta.

Recentemente, a empresa que também obteve a Certificação de Tipo (TC) para a versão de carga do carro voador, o eVTOL chamado de CarryAll, fez história ao completar o primeiro voo do mundo entre cidades.

O voo entre os municípios de Shenzhen a Zhuhai, na China, levou apenas 20 minutos através do Delta do Rio das Pérolas, e encurtou sensivelmente o tempo da viagem, que levaria cerca de três horas de carro.

A rota entre Shenzhen e Zhuhai faz parte dos planos traçados pelo governo regional, à medida que desenvolve sua estratégia de “economia de baixa altitude” que verá a abertura de milhares de vertiportos .e centenas de rotas aéreas eVTOL em toda a área da Grande Baía. no sul da China.