Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

5 motivos para NÃO comprar o Porsche Taycan Turbo S

Por| Editado por Jones Oliveira | 12 de Fevereiro de 2023 às 09h00

Link copiado!

Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech

Nós já falamos que os motivos para comprar o Porsche Taycan Turbo S são inúmeros e incontestáveis, mas tentamos reunir apenas 5 deles para você que tem condições de bancar um superesportivo elétrico deste porte.

Agora, se o carro é de tirar o fôlego, e a missão de enumerar 5 razões para comprar o esportivo elétrico foi complicada, imaginem o sufoco que é indicar 5 motivos para NÃO comprar o Porsche Taycan Turbo S. Imaginaram? Então vamos lá.

Reforçamos, porém, que não se tratam de defeitos do Taycan Turbo S, mas de pequenos detalhes que, às vezes, têm o poder de fazer o potencial consumidor mudar de ideia e, talvez, procurar por um rival à altura — algo que também não será fácil.

Continua após a publicidade

5. Autonomia

De acordo com as informações oficiais da Porsche, o Taycan Turbo S tem autonomia para rodar entre 524 e 573 quilômetros em uso exclusivamente urbano, 440 e 468 km em trechos mistos e 360 quilômetros quando submetido a perímetros de longo alcance, como em rodovias, sempre no ciclo WLTP.

O que se viu durante os testes, porém, foi um cenário menos favorável. A tendência de acelerar um pouco mais forte em um carro que oferece quase 800 cavalos é inerente e, a cada acelerada, as baterias de 93,4 kWh reduziram sensivelmente sua capacidade.

No fim, somados os testes em perímetro urbano e em rodovia, o esportivo elétrico alcançou cerca de 310 quilômetros de autonomia antes de precisar ser recarregado. Por isso, este é um dos motivos que podem fazer o consumidor NÃO comprar o Porsche Taycan Turbo S.

4. Panes no sistema

A segunda razão que pode levar um cliente a NÃO comprar o Porsche Taycan Turbo S é algo que não foi vivenciado pela reportagem do Canaltech durante o período de avaliação do superesportivo elétrico, mas que parece ser comum em quem já tem um exemplar do carro na garagem: panes no sistema.

Continua após a publicidade

Segundo números divulgados pela NHTSA, órgão regulatório dos Estados Unidos, panes no sistema elétrico e até no powertrain do Porsche Taycan Turbo S são mais corriqueiros do que se imagina. Entre 19 de dezembro de 2021 e 24 de outubro de 2022, nada menos do que 30 proprietários abriram reclamações formais sobre o carro (todas já respondidas e esclarecidas pela marca, aliás).

As principais queixas foram relacionadas ao desligamento repentino do carro quando ele está em pleno funcionamento (algo que pode causar acidentes, dependendo da situação) e ao sistema de infotenimento. De acordo com os proprietários, as telas que exibem todos os tipos de informações do carro travam e exigem que o veículo seja desligado para que o sistema seja resetado.

3. Visibilidade traseira

Continua após a publicidade

O vidro traseiro do Taycan Turbo S foi projetado, claro, para harmonizar com o restante do conjunto do superesportivo, e encaixa harmoniosamente com o design. O problema é que a visibilidade para o motorista não é das melhores e, para quem não está acostumado com um carro grande e não tão alto, isso é um ponto negativo, especialmente em manobras.

2. Praticidade

O quarto motivo para NÃO comprar o Porsche Taycan Turbo é voltado para aqueles clientes que não utilizarão o superesportivo apenas para "desfilar" ou passear aos finais de semana: a praticidade.

Continua após a publicidade

As gigantescas dimensões do Taycan Turbo S (4,96 m de comprimento x 1,96 m de largura x 1,37 m de altura x 2,9 m de comprimento) tornam uma simples missão de encontrar uma vaga para estacionar em uma tarefa hercúlea, tanto em shoppings quanto em supermercados ou mesmo na rua, em uma parada rápida para ir à farmácia, por exemplo.

1. Posição do volante

O quinto e último motivo que pode levar alguém a NÃO comprar o Porsche Taycan Turbo S é algo que citamos também em nossa lista com os pontos "negativos" do 911 Carrera S, ícone a combustão que avaliamos recentemente.

Continua após a publicidade

Estamos falando da posição do volante em relação ao cluster digital. Assim como no 911, o belo volante do Porsche Taycan Turbo S impede a visão completa das informações exibidas no cluster digital de 16,8 polegadas, especialmente as posicionadas na parte inferior direita.

Claro que não se trata de um deal breaker (empecilho, em bom português), mas, em um carro tão legal, qualquer ponto que não seja 100% elogiável é passível de comentários, não é mesmo?