Fiat Scudo | Sucessor do Doblô chega em versões diesel e 100% elétrica

Fiat Scudo | Sucessor do Doblô chega em versões diesel e 100% elétrica

Por Paulo Amaral | Editado por Jones Oliveira | 23 de Junho de 2022 às 17h19
Divulgação/Fiat

A Fiat apresentou ao mercado não uma, mas duas novidades para sua linha comercial de veículos, de olho em uma lacuna que ficou aberta no line-up da montadora italiana desde a aposentadoria do Doblô: o Scudo e o e-Scudo, variante 100% elétrica da van que chega para se posicionar entre a Fiorino e a Ducato.

Herlander Zola, vice-presidente Sênior da Fiat para a América do Sul, fez um breve apanhado histórico dos modelos comerciais da marca, e avisou que está apostando alto no Scudo. Para ele, o carro chegará ao Brasil para sacramentar a posição que a Fiat começou a construir em 1978, quando trouxe a primeira Fiorino ao País.

“Nosso histórico de liderança nesse segmento de vans é inquestionável, com Fiorino, Doblô, Ducato. Nossa história com esse cliente vem de muito tempo. Só com o Fiorino são mais de 40 anos. Com o Ducato, são mais de 20 anos. Mesmo assim, a Fiat nunca ficou parada. Tanto que, no ano passado, relançamos o Fiorino, totalmente renovado, com mais segurança e economia. Sabemos que podemos entregar mais ao cliente: custo-benefício, baixo custo de manutenção, autonomia e confiabilidade. Ele quer um produto que resolva os seus problemas, e de uma marca em que confie. É para este cliente que apresentamos duas opções: Fiat Scudo e Fiat e-Scudo 100% elétrico”.

Fiat Scudo chega para ser o novo veículo comercial da marca no Brasil (Imagem: Divulgação/Fiat)

Segundo Zola, o lançamento que chega para deixar o line-up de veículos da Fiat “mais forte e mais completo”, tem algumas singularidades que podem ajudar ainda mais a alavancar as vendas:

  • Pode ser conduzido com CNH tipo “B”, o mais comum;
  • Possui o menor custo operacional do mercado;
  • Oferece autonomia de 800 quilômetros por tanque (69 litros de capacidade, e média de 12,4 km/l);
  • Tem 1,94 m de altura, o que facilita o acesso às garagens;
  • Comporta até 1,5 tonelada de carga.

Especificações do Fiat Scudo e do e-Scudo

As duas versões com motor térmico (Cargo e Multi) do Fiat Scudo oferecem as mesmas configurações. Sob o capô está um motor 1.5 turbo de 4 cilindros e 4 válvulas por cilindro. Ele trabalha em conjunto com um câmbio manual de 6 velocidades, e oferece ao motorista 120 cavalos de potência e um torque de 30,5 kgfm.

Fiat apresentou versões a combustão e elétrica do Scudo (Imagem: Divulgação/Fiat)

As diferenças entre a Cargo e a Multi são, basicamente, as funções para que elas servirão. A primeira, por ser totalmente fechada, é ideal para supermercados, petshops, agências dos Correios, enquanto a segunda por ser envidraçada, é indicada para ambulâncias, transporte de passageiros, escritórios ambulantes.

As variantes térmicas ainda têm a oferecer:

  • função start/stop;
  • suspensão independente nas quatro rodas;
  • freios ABS; 3 airbags;
  • controle de tração e estabilidade;
  • assistência em subidas;
  • faróis de neblina dianteiros;
  • faróis em halogênio com DRL (por terem um custo menor de manutenção);
  • ar-condicionado;
  • fecho centralizado das portas;
  • parede divisória separando cabine do vão de carga;
  • computador de bordo;
  • retrovisores externos elétricos;
  • vidros elétricos com one touch;
  • ajustes de altura e profundidade do volante;
  • controle de cruzeiro com limitador de velocidade;
  • tomada 12v no compartimento de carga.

Segundo Hugo Domingues, gerente sênior brand da Fiat, além dos faróis em halogênio, um outro ponto, desta vez envolvendo o design do Scudo e do e-Scudo, foi pensado para priorizar a economia dos futuros proprietários. De acordo com o executivo, os faróis dianteiros e traseiros foram posicionados acima da “faixa de colisão” para “preservar a peça e o bolso dos clientes em caso de acidentes”.

e-Scudo

As configurações do e-Scudo, variante 100% elétrica do lançamento da Fiat, contam com o pacote completo presente nas versões térmicas, e se diferenciam apenas pelo motor e câmbio.

Fiat Scudo tem versão 100% elétrica (Imagem: Reprodução/YouTube, Fiat)

O motor da e-Scudo é de 100 kW, equivalente a 136 cavalos, com torque de 26.51 kgfm e câmbio automático. A versão conta ainda com frenagem regenerativa e três modos distintos de condução, incluindo a “Eco”, mais eficiente.

“Muitos parceiros estão eletrificando frotas, e o lançamento do Scudo elétrico mostra que estamos atendendo a essa tendência e a essa exigência ESG”, explicou o vice-presidente Herlander Zola.

Preços e disponibilidade do Scudo e do e-Scudo

Quem tiver interesse em fazer a pré-reserva do Fiat Scudo, tanto nas versões térmicas quanto na 100% elétrica, já pode entrar em contato com os canais da montadora italiana ou da Stellantis. As vendas físicas e o início das entregas começarão no dia 1º de agosto.

Fiat Scudo e Fiat e-Scudo: preços de lançamento
Versão Preço
Fiat Scudo Cargo R$ 187.490
Fiat Scudo Multi R$ 192.490
Fiat e-Scudo (elétrico) R$ 329.990

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.