Carros da Tesla são banidos de cidade chinesa por motivo inusitado

Carros da Tesla são banidos de cidade chinesa por motivo inusitado

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 20 de Junho de 2022 às 11h05
Divulgação/Tesla

Os carros da Tesla foram banidos da cidade chinesa de Beidaihe por dois meses. Segundo informações passadas por um oficial da polícia de trânsito e que foram publicadas pela Reuters, a ordem veio diretamente das autoridades locais, já que há medo de espionagem por conta das câmeras instaladas nos carros.

A cidade de Beidaihe é costeira e considerada turística pelo governo chinês. Lá acontecem reuniões secretas do Partido Comunista com alguma frequência e, mesmo com a ótima relação do regime com Elon Musk e sua montadora, a medida de banimento foi mantida e está em vigor.

Todos os carros da Tesla possuem câmeras e são conectados à internet (Imagem: Divulgação/Tesla)

Para amenizar a situação, a Tesla já modificou o armazenamento de dados na nuvem de todos os carros vendidos na China, seu principal mercado no mundo. Agora, tudo é alocado em servidores locais, inclusive com um datacenter criado especialmente para essa finalidade. Não adiantou.

Elon Musk, que obviamente negou estar espionando qualquer local da China, pediu aos funcionários locais que evitem estacionar os carros da marca em prédios públicos ou conjuntos habitacionais do governo, seguindo uma orientação do Exército de Libertação Popular, o exército chinês.

Vale lembrar que a Tesla foi a primeira montadora estrangeira autorizada a ter uma fábrica na China sem a necessidade da criação de uma joint venture com uma empresa local. A megafábrica de Xangai, aliás, deve voltar a funcionar em breve e aumentar sua produção anual.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.