Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

CNU é adiado por conta das chuvas no Rio Grande do Sul

Por| 03 de Maio de 2024 às 15h53

Link copiado!

Douglas Ciriaco/Canaltech
Douglas Ciriaco/Canaltech

Após dias de incerteza, o Governo Federal confirmou o adiamento do CNU, o Concurso Nacional Unificado. A razão da mudança são as tragédias ambientais que atingem várias cidades do Rio Grande do Sul devido ao alto volume de chuva na região. Não foi divulgada uma nova data para a realização da prova, inicialmente marcada para o próximo domingo (5).

O chamado “Enem dos Concursos” é chamado assim porque, a exemplo do Exame Nacional do Ensino Médio, realizaria uma prova única para que pessoas do país todo concorram a vagas no serviço público brasileiro.

Ao todo, são 6.640 vagas com salários que chegam até a R$ 22,9 mil. Segundo o Governo Federal, 2,14 milhões de pessoas se inscreveram para o CNU, sendo 86 mil deles do Rio Grande do Sul. No estado sulista, 10 cidades teriam local de prova, e algumas inclusive estão em situação de emergência por conta da chuva.

Continua após a publicidade

O anúncio sobre o adiamento foi feito nesta tarde, em uma coletiva de imprensa na tarde desta sexta (3), pela ministra da gestão e da inovação em serviços públicos Esther Dweck.

A conta oficial do Governo Federal do Brasil replicou a informação sobre o adiamento e afirmou que o governo “está 100% mobilizado no socorro às vítimas e no cuidado do povo gaúcho”.

Tragédia no Rio Grande do Sul

Chuvas fortes e constantes atingem o Rio Grande do Sul há dias e a devastação já deixou 37 mortos, 74 desaparecidos e 74 feridos até este momento em todo o estado. Mais de 23 mil pessoas estão desalojadas de suas casas e cerca de 8 mil estão en abrigos.

Os números mais recentes dão conta de que pelo menos 235 dos 496 municípios gaúchos sofrem com algum tipo de ocorrência em virtude das chuvas.