4º Prêmio Canaltech | Como o Lenovo Ideapad S145 foi o campeão de vendas Magalu

Por Redação | Editado por Patrícia Gnipper | 31 de Março de 2021 às 19h10
Divulgação / Lenovo

A pandemia da Covid-19 massificou o home office em boa parte das empresas no Brasil e no mundo. E com esse novo regime de trabalho veio também uma alta demanda do público por novos PCs, entre notebooks e desktops. Segundo um levantamento da consultoria de mercado IDC, as remessas de PCs cresceram em 2019 e dispararam a partir do segundo trimestre do ano passado. De forma geral, elas chegaram a 302,6 milhões de unidades em 2020, um crescimento de 13,1% sobre o ano passado - e que superou a expectativa dos analistas, que esperavam algo em torno de 300 milhões de equipamentos.

E dentro desse mundo de máquinas, boa parte do público vem optando por modelos que devem aliar bom desempenho, conforto e design para que as longas horas de trabalho sejam mais produtivas e confortáveis. E, claro, todas essas qualidades devem vir em um dispositivo com preço acessível.

E analisando todas essas preferências do público, não foi surpresa quando anunciamos que o notebook Lenovo Ideapad S145 foi o grande vencedor na categoria "Campeões de venda Magalu", da 4ª edição do Prêmio Canaltech - a mais importante premiação do mercado de Tecnologia do Brasil. O modelo da Lenovo faturou o prêmio na modalidade " Laptop mais vendido".

Afinal de contas, o Ideapad S145 traz especificações bastante robustas para sua faixa de preço, tem um design bastante elegante e ergonômico e atende os mais diversos perfis de profissionais e estudantes. E para explicar melhor o sucesso do modelo, o Canaltech conversou com Fabio Lima, diretor de vendas da Lenovo Brasil.

Fabio Lima, diretor de vendas da Lenovo Brasil (Imagem: divulgação)


Confira como foi o papo:

Canaltech - 2020 foi um ano atípico, principalmente por causa da pandemia e a obrigatoriedade do home office em muitas empresas. Como a Lenovo atuou para atender a alta demanda de seus consumidores por notebooks, desktops e outros dispositivos?

Fabio Lima: Como empresa global, a Lenovo conta com uma alta capacidade de reagir à demanda do mercado acelerando suas 30 fábricas para atender mais de 180 países. No Brasil, temos uma fábrica para atender ao mercado doméstico, o que tem nos ajudado a equilibrar nossa produção nesse período.

De fato, o mundo não estava preparado para a explosão de consumo, mas, dentro do possível, a Lenovo conseguiu se sair melhor do que outras empresas que atuam no mesmo segmento crescendo acima do mercado e entregando tecnologia inteligente para os consumidores.


CT - Quais os diferenciais do Lenovo Ideapad S145 para que ele se tornasse um sucesso junto ao público?

F.L.: O design sóbrio do IdeaPad S145 caiu no gosto do consumidor. Essa plataforma já tem mais de um ano no mercado, é muito atual e continua com enorme aprovação. É elegante e leve.

Além disso, é um modelo é muito flexível e oferece uma enorme gama de configurações. É possível ter desde um Intel Celeron até um Intel Core i7 – também temos as opções com os processadores AMD Ryzen, que no último ano tiveram enorme procura. O modelo oferece versão com ou sem placa gráfica dedicada e sistema operacional Windows 10 ou Linux.

Em relação ao armazenamento, o consumidor pode optar por HDD ou desempenho, com SSD. Quem quiser contar com as duas opções pode comprar um notebook com HDD e instalar um SSD sem perder a garantia. O modelo conta ainda com o software Migration Assistant da Lenovo, que auxilia o consumidor a transferir documentos e aplicações do seu computador antigo com uma facilidade incrível.


CT - Em 2020, com uma demanda maior por hardware devido à pandemia / home office, o que a Lenovo observou em termos de preferências de consumo do usuário em relação a noteboks? Que características o público tem apreciado mais em um PC?

F.L.: Observamos que, devido ao teletrabalho e ensino à distância, o computador volta a ser o Personal Computer (computador pessoal) e deixa de ser o dispositivo da casa, como vinha acontecendo no Brasil. Os consumidores buscaram um notebook por integrante da família, que correram para suprir suas necessidades mais urgentes.

Esses novos hábitos levaram muitos usuários a adquirirem computadores de alto desempenho, com configurações mais potentes, que pudessem suportar os mais diferentes tipos de atividades.


CT – E para 2021 o que a Lenovo planeja trazer ao público brasileiro em termos de hardware? Você pode adiantar alguma novidade que a empresa prepara para o setor este ano?

F.L.: Durante a CES 2021, a Lenovo anunciou novidades que chegarão ao mercado brasileiro em meados deste ano, como o Legion Slim 7i, notebook gamer que conta com inteligência artificial e diversos recursos para desempenho otimizado e melhor autonomia da bateria.

Para o mercado corporativo, foram apresentados os notebooks ThinkPad X1 Titanium Yoga (ThinkPad mais fino já lançado), ThinkPad X1 Carbon 9ª Geração, X1 Yoga 6ª Geração e ThinkPad X1 Nano, que contam com diversas ferramentas eficientes voltadas ao sistema híbrido de trabalho, inclusive com opções prontas para 5G e soluções avançadas de segurança.

Ainda com foco no mercado corporativo, a Lenovo lançou os óculos leves e inteligentes ThinkReality A3, que estão entre os mais avançados e versáteis óculos inteligentes lançados no mercado. Com tecnologias de colaboração inteligente, maior eficiência e menos tempo de inatividade, o dispositivo ajuda a transformar o trabalho em diversos níveis do negócio, ideais para pequenas e grandes empresas que buscam adotar tecnologias de colaboração inteligente.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.