Dados confirmam que a maconha é o novo bitcoin

Dados confirmam que a maconha é o novo bitcoin

Por Rafael Rodrigues da Silva | 20 de Setembro de 2018 às 17h59

Depois da queda de popularidade das criptomoedas, a nova onda especulativa do momento é uma verdadeira brisa.

De acordo com dados do Google Trends, a Maconha SA já recebe mais manchetes na mídia do que a Criptomoeda Corp., e esse entusiasmo tem feito com que as ações de empresas ligadas à erva fiquem com os preços cada vez mais altos. De acordo com fonte compiladas pela Bloomberg, só na última quarta (19) a cannabis recebeu o dobro de menções dqa palavra “crypto” em artigos da imprensa.

Segundo o presidente da Financial Insyghts, Peter Atwater, esse aumento de interesse acontece por conta de “novatos” no ramo de investimentos, que se interessam pela compra de ações de empresas do setor da maconha.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Apesar disso, o setor está longe de possuir qualquer tipo de estabilidade. Na mesma quarta-feira (19), as ações da Tilray (uma das principais empresas do ramo) quase dobraram, ficaram suspensas durante diversos períodos do dia, passaram algum momento no vermelho, e terminaram o dia com um valor 40% maior do que o da abertura do mercado. Ainda que esse seja um comportamento normalmente associado às criptomoedas, vale ressaltar que desde janeiro de 2014 o bitcoin não possui esse tipo de volatilidade.

Para aqueles que não entendem o motivo isso, nos Estados Unidos vários estados já possuem liberação da maconha para fins medicinais, e este ano alguns já começaram a legalizar a erva para fins recreativos — uma tendência que tem feito com que as ações deste setor se valorizem cada vez mais.

Fonte: Bloomberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.