Pesquisador encontra suposto crânio alienígena na China

Por Rafael Rodrigues da Silva | 28 de Novembro de 2018 às 20h50

Uma descoberta de um suposto crânio alienígena pode mudar toda nossa perspectiva sobre a existência de extraterrestres. O crânio bizarro tem coloração castanha, cerca de 16 cm de diâmetro e conta com duas “camadas” distintas, sendo bem diferente do de qualquer crânio conhecido de um ancestral humano.

A descoberta foi apresentada em um seminário em Pequim por Li Jianmin, um investigador em ufologia e autor de ficção científica. Ele revela que o crânio pertencia a um colecionador, que entrou em contato após ler um dos livros de Jianmin e perceber que aquele crânio estranho que tinha na estante de casa era muito parecido com uma das ilustrações de raças extraterrestres no livro.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Durante quatro meses, Jianmin estudou o crânio utilizando técnicas de espectroscopia Raman (técnica de análise que permite descobrir a constituição dos materiais através da comparação com impressões espectrais existentes em uma base de dados) e um microscópio atômico (que permite ver elementos até milvezes menores do que os microscópios tradicionais) para comparar o crânio que tinha em mãos com outros que também acredita-se pertencer a alienígenas.

Os resultados do estudo foram publicados em 103 páginas, que atestam que todos os indícios levam a crer que aquele se trata de um crânio extraterrestre real. Apesar disso, Jianmin pede ajuda financeira para continuar com sua pesquisa, já que não foi possível fazer todos os testes que ele acredita necessários para comprovar a veracidade do objeto - como por exemplo um teste de DNA, que custa quase U$ 15 mil.

Apesar de fornecer os dados de sua pesquisa, muitas pessoas ainda duvidam de que o crânio encontrado por Jianmin é mesmo alienígena. Como bom pesquisador, o chinês não foge das perguntas e abraça o ceticismo de alguns de seus seguidores nas redes sociais, e ainda pede para aqueles que “têm certeza” de que o crânio é falso apresentarem a ele alguma prova de que isso é verdade. Até o momento, segue-se sem se confirmar se o crânio é verdadeiro, se pertence mesmo a uma espécie desconhecida (e, possivelmente, alienígena) ou se é pura balela.

Fonte: Daily Star

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.