Chinesa avalia loja online negativamente e é agredida pelo vendedor

Por Redação | 12 de Janeiro de 2018 às 15h26

Quando não somos bem atendidos ao comprarmos produtos e serviços pela internet, muitas vezes temos a opção de deixar uma avaliação sobre o estabelecimento. Avaliações negativas são importantes para que outros clientes saibam do problema ocorrido, e contem com essa informação na hora de decidir fazer ou não uma compra. Mas na China aconteceu algo surpreendentemente absurdo: o vendedor decidiu viajar 800 quilômetros só para agredir fisicamente uma mulher que avaliou mal a sua loja virtual.

O caso aconteceu em Zhengzhou, e as câmeras de segurança da rua registraram o momento em que o homem, identificado como Zhang, dá socos e chutes em Xiao Die, que acaba caindo no chão. O vendedor mantém uma loja chamada Taobao na plataforma Alibaba, mas um atraso na entrega da encomenda fez com que a compradora reclamasse do serviço.

(Reprodução: Divulgação)

Então, Zhang começou a enviar mensagens ameaçando a consumidora porque, ao receber uma avaliação negativa, a "moral" da loja na plataforma acaba caindo junto, perdendo 12 pontos. Ainda indignado, ele decidiu, então, viajar para se vingar. Mas, logo após a agressão, a polícia local conseguiu identificá-lo usando as imagens das câmeras, prendendo o agressor por 10 dias. Com isso, sua loja virtual foi tirada do ar.

Assista Agora: Saiba quais são os 5 maiores problemas das empresas brasileiras e comece 2019 em uma realidade completamente diferente.

Segundo a compradora, sua encomenda no valor de aproximadamente R$ 140 em roupas foi feita no dia 20 de dezembro, mas três dias após a aprovação do pagamento se passaram e nada do envio ser feito. Então, ela decidiu denunciar o problema no Alibaba. Justificando o atraso no envio, um funcionário da Taobao explicou que isso aconteceu por conta do grande volume de encomendas feitas no período pré-Natal.

Antes da agressão física, a moça contou que, além de mensagens ameaçadoras pela internet, ela também recebeu ligações anônimas usando um telefone público com o mesmo tom de ameaça. Ela teve fraturas no cotovelo esquerdo, contusões e ferimentos no rosto e corpo.

(Reprodução: Divulgação)

Fonte: Daily Mail

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.