Mulher se 'auto-persegue' no Facebook para atrapalhar romance do ex-namorado

Por Redação | 07 de Maio de 2013 às 15h38
photo_camera Sunday Telegraph

"Stalkear" é uma palavra que se tornou conhecida entre os usuários das redes sociais pelo fato de as pessoas dispensarem cada vez mais tempo e energia para acompanhar a vida alheia na internet. Mas uma mulher norte-americana levou o (péssimo) hábito ao extremo: ela perseguiu a si mesma no Facebook apenas para acusar a namorada do seu ex.

Cheryl Nelson, moradora de Michigan (EUA), está sendo acusada pela polícia de criar uma conta falsa na rede social de Mark Zuckerberg e, em seguida, postar diversas mensagens desagradáveis em sua conta verdadeira. Aparentemente, ela teve todo esse trabalho apenas para acusar a atual namorada de seu ex de postar as tais mensagens.

De acordo com as informações do MLive Michigan, a suposta conta falsa na rede social foi criada utilizando os dados pessoais do ex-namorado de Cheryl, Kevin Haarsma. Após a criação da conta, diversas mensagens ameaçadoras começaram a ser postadas no mural da mulher. O conteúdo das mensagens sugeria que elas haviam sido escritas pelo atual affair de Kevin.

Cheryl Nelson

Imagem: Reprodução / ABCNews.com

Quando a mulher foi se queixar com a polícia, eles logo emitiram um mandado de busca para examinar seus equipamentos de informática e isso teria revelado que as mensagens ameaçadoras, na verdade, tinham sido publicadas a partir dos próprios dispositivos de Cheryl.

"As evidências mostram que Cheryl usou seu computador para configurar contas falsas do Facebook utilizando informações pessoais de Kevin Haarsma. Cheryl teria usado essa conta para fazer parecer que ela estava sendo perseguida e assediada pela nova namorada de Kevin por meio de posts com mensagens ameaçadoras", disse o detetive Jason Russo, responsável pelo caso.

No final das contas, a polícia disse que a mulher confessou sua armação e explicou que fez isso porque não podia desistir de seu relacionamento com Kevin. Agora, ela está sendo acusada por denunciar um crime falso e postar uma mensagem ilegalmente.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.