O que o Brasil tem a ver com novo caça militar turco?

O que o Brasil tem a ver com novo caça militar turco?

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 19 de Janeiro de 2022 às 11h00
Divulgação/ Turkish Aerospace Industries

A empresa brasileira Akaer, especializada em tecnologia para o mercado de aviação, está participando ativamente do desenvolvimento do caça turco Hurjet, produzido pela Turkish Aerospace Industries (TAI). A empresa é a principal player de Defesa da Turquia e já tem outros produtos consagrados no mercado bélico, como o helicóptero de ataque T-129.

O papel da Akaer no projeto Hurjet é o de tomar conta da parte estrutural da aeronave, fornecendo cálculos para produção da fuselagem mais adequada, sobretudo da parte traseira e central do corpo do avião. Por ser um caça de 5ª geração e o tempo de homologação ser curto, a TAI correu atrás de uma das maiores especialistas nesse mercado.

"O maior desafio neste projeto foi revisar a concepção e ter toda a documentação do primeiro protótipo liberada em um prazo extremamente desafiador. Atender a este desafio só foi possível em função da larga bagagem acumulada no desenvolvimento de produtos aeronáutica", disse Fernando Ferraz, vice-presidente de operações da Akaer.

O Hurjet é um dos projetos mais avançados da Turquia no setor aeroespacial (Imagem: Divulgação/ Turkish Aerospace Industries)

Segundo a Akaer, o projeto exigiu o engajamento de uma significativa equipe de engenheiros e técnicos especialistas nas áreas de análise estrutural, projetos de estruturas e de sistemas, engenharia de sistemas, engenharia de manufatura, qualidade e certificação, com muito intercâmbio entre os profissionais do Brasil e da Turquia.

O Hurjet

O Hurjet é um caça leve de 5ª geração projetado para treinamentos e ataques rápidos, sempre com dois tripulantes. Sua concepção lhe permite uma alta dirigibilidade, acrobacias e movimento específicos para capacitar pilotos em várias áreas de atuação dentro da aviação.

Segundo dados da TAI, ele pode atingir velocidades de Mach 1.4 (1.728 km/h), suportar forças gravitacionais de +8 /-3 Gs, além de ter uma capacidade de carga de 2.721kg e autonomia de 2.225km.

O primeiro voo do Hurjet está programado para acontecer em 2023.

Fonte: Akaer, Tusas, Aero Magazine

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.