WhatsApp Premium tem nome e outros detalhes revelados em vazamento

WhatsApp Premium tem nome e outros detalhes revelados em vazamento

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 17 de Maio de 2022 às 09h58
Alexander Shatov/Unsplash

O plano de assinatura do WhatsApp para contas comerciais segue em desenvolvimento e, aparentemente, teve nome oficial revelado: WhatsApp Premium. O pacote pago opcional dará acesso a recursos exclusivos do mensageiro, como suporte para conexão de até 10 dispositivos ao mesmo tempo e um endereço web personalizado para iniciar conversas.

Como mostra nas capturas de tela, a proposta do WhatsApp Premium é dar mais facilidade para o atendimento virtual pelo mensageiro. Uma das vantagens que a assinatura agora divulga é a criação de uma URL personalizada para iniciar novos chats: em vez de colocar wa.me/[número], o endereço pode ser wa.me/[nome do estabelecimento].

A assinatura do mensageiro da Meta provavelmente se chamará WhatsApp Premium (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)

O número de telefone da conta comercial ainda será necessário e estará visível para os consumidores que iniciarem uma conversa. Portanto, a mudança nos links encurtados não tem como finalidade tirar a importância da sequência, mas, sim, possibilitar a criação de endereços mais reconhecíveis e fáceis de lembrar.

Mais uma vez, a conexão em até 10 dispositivos ao mesmo tempo foi divulgada como parte do WhatsApp Premium. Desta vez, porém, foi descoberto que os administradores poderão alterar os nomes dos aparelhos vinculados para facilitar a identificação.

Preço e disponibilidade seguem um mistério

Quanto ao custo da assinatura, nada se sabe por enquanto. Provavelmente, o WhatsApp divulgará a novidade com certa antecedência, uma vez que a adição muda a forma que o app aborda contas específicas — além de ser a primeira vez que o app introduz recurso deste tipo.

Segundo o WABetaInfo, o WhatsApp Premium está em desenvolvimento para todas as versões do mensageiro — Android, iOS, web e Desktop. É importante ressaltar que a assinatura será opcional, então contas comerciais que preferem continuar sem pagar, poderão utilizar o app normalmente.

Fonte: WABetaInfo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.