WhatsApp atualiza políticas de privacidade e anuncia função de download de dados

Por Ramon de Souza | 24 de Abril de 2018 às 17h42
Tudo sobre

WhatsApp

Seguindo os passos do Facebook e do Instagram, o WhatsApp anunciou nesta terça-feira (24) que, em breve, também oferecerá aos usuários a possibilidade de baixar um arquivo compactado contendo todas as informações de sua conta. O recurso será inaugurado em uma atualização futura do aplicativo, e, ao requisitar o download do documento, o internauta deve recebê-lo dentro de um período de três dias.

Embora a funcionalidade ainda não esteja disponível, o mensageiro já publicou um guia de uso em seu site oficial. Os textos explicam que a requisição deverá ser feita através da tela de configurações do próprio software, sendo possível inclusive acompanhar o andamento da solicitação. Quando o arquivo estiver pronto, o usuário receberá uma notificação push e poderá baixá-lo durante uma semana; após esse período, ele será deletado.

A ideia, tal como no Facebook e no Instagram, é dar maior poder aos internautas na hora de descobrir quais informações sensíveis o serviço possui, algo que passa a ser obrigatório em determinados países graças à nova legislação europeia de proteção de dados pessoais (GDPR). Porém, o WhatsApp ressalta que tal arquivo compactado não incluirá mensagens e não serve como um backup para as conversas mantidas pela plataforma, que são criptografadas.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Esclarecendo alguns pontos

Além dessa novidade, o mensageiro também anunciou uma reformulação completa em suas políticas de privacidade e termos de uso. Os textos foram reescritos com uma linguagem mais acessível, no intuito de clarificar aos internautas como o WhatsApp trata as suas informações pessoais. Em determinado momento, aliás, o serviço se defende afirmando que não compartilha informações com o Facebook para fins publicitários.

Por outro lado, ao receber uma denúncia de má conduta — como alguém enviando spam ou conteúdos abusivos —, a plataforma cruza dados com a rede social para eventualmente bloquear o infrator nos dois locais simultaneamente. As políticas atualizadas já podem ser lidas no site oficial do WhatsApp.

Fonte: WhatsApp, 9to5Mac

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.