Outlook.com caminha para de se tornar um PWA

Por Fidel Forato | 29 de Novembro de 2019 às 10h04
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

Boa notícia: a versão Web do Outlook, serviço de e-mail da Microsoft está se tornando um PWA - sigla para Progressive Web App. Pelo menos foi isso que notaram alguns desenvolvedores, que encontraram a função, em fase de testes. Dessa maneira, o Outlook.com começa a ser convertido em mais um aplicativo web da companhia.

Até então, o serviço de e-mail não poderia ser instalado por outros navegadores, como a versão Chromium do Microsoft Edge. A mudança irá permitir que qualquer usuário do Outlook instale o app web no Windows, macOS, Chrome OS e em outras plataformas que oferecem suporte para PWAs.

A novidade deve ser uma alternativa bastante útil para quem já usa aplicativo na área de trabalho do Windows e, principalmente, para os clientes Windows Mail, fornecido como parte do pacote Windows 10.

A nova ferramenta já está disponível para usuários com navegador Chromium, como o Chrome ou o Brave. Para estes usuários ativarem o Outlook.com, eles podem simplesmente "instalar" o app a partir da barra de endereço. Dessa maneira, a página será tratada como se fosse um aplicativo nativo no Windows ou no macOS.

Em breve, versão PWA do Outlook deve ser anunciada (Divulgação)

Mas afinal o que são PWAs?

Os PWAs são sites com algumas ferramentas que os turbinam, como melhor cache, recursos de notificação e funcionalidade em segundo plano, que o fazem parecer mais com aplicativos tradicionais que vemos em smartphones. Mas, ao contrário dos apps, um Progressive Web App pode ser entendido como uma evolução híbrida entre sites e um aplicativo móvel.

Desde o ano passado, a Microsoft vem adotando, de maneira gradual, os PWAs para aplicativos do Windows e o Outlook é uma pista de que, em breve, deveremos ver esse recurso usado de maneira semelhante para outros produtos da companhia, como o Word e o Excel.

Vale lembrar que enquanto o Outlook.com está se aproximando para se tornar um PWA, ainda falta o recurso para uso offline no momento. Além disso, para que a versão web do Outlook concorra com o aplicativo Windows 10 Mail, precisará receber mais um pouco de atenção dos desenvolvedores e mais alguns recursos.

Nessa história, a Microsoft também está experimentando trazer o suporte do Gmail, do Google Drive e do Google Calendar para o Outlook.com. Outra boa notícia para esta integração é que a fabricante do software já confirmou que está "experimentando a funcionalidade com um pequeno conjunto de usuários do Outlook.com."

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.