Publicidade

Opera chega de forma nativa a aparelhos com processador ARM

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 16 de Maio de 2024 às 10h40

Link copiado!

Divulgaão/Opera
Divulgaão/Opera
Tudo sobre Opera

Com o objetivo de entregar uma experiência aprimorada por inteligência artificial, os desenvolvedores da Opera fizeram uma parceria com a equipe “App Assure” da Microsoft e com a Qualcomm para trazer o navegador de forma nativa a dispositivos Windows compatíveis com processadores Snapdragon ARM. A novidade já está disponível, mas para baixar, é necessário acessar a página de acesso antecipado chamada Opera Developer.

Melhor desempenho e mais tempo de bateria

Ao trazer o Opera de forma nativa a aparelhos com a arquitetura ARM, os desenvolvedores da empresa prometem uma navegação mais veloz e um desempenho aprimorado. No benchmarking realizado e divulgado pela marca, a equipe afirmou que os testes de velocidade e capacidade de respostas trouxeram resultados de “mais do que o dobro em comparação à versão emulada do navegador” e oferece maior duração da bateria.

Continua após a publicidade

Além disso, o app suporta Unidade de Processamento Neural (NPU) para executar modelos de linguagem de larga escala (LLMs) e gerar texto e outras tarefas com mais velocidade. Isso quer dizer que, em teoria, o browser não precisa utilizar a nuvem para processar diferentes tarefas de inteligência artificial, já que pode fazer tudo localmente.

Quando chega?

Ainda não há uma data oficial para o lançamento estável do navegador para máquinas com processador ARM, mas para os interessados já há a opção de se inscrever e fazer o download através da página de acesso antecipado da empresa (opera.com/developer). 

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Enquanto isso, vale conhecer mais sobre os planos de IA que a Opera planeja adicionar diretamente no browser.