Menino prodígio do Facebook vai para a Google e lança app Emojishot

Por Thaís Augusto | 22 de Maio de 2019 às 18h19
Reprodução / TechCruch

Você se lembra de Michael Sayman, também conhecido como menino prodígio do Facebook? Ele voltou aos holofotes nesta quarta-feira (22) ao lançar o aplicativo Emojishot, um game de charadas inspirado nos emojis do iOS.

O aplicativo foi criado em apenas dez semanas dentro da incubadora de experimentação da Google, Area 120. Caso você não saiba, Sayman começou sua carreira no Facebook com 17 anos e no ano seguinte se tornou engenheiro da empresa. Na época, ele passou a aconselhar os executivos do Facebook sobre interesses e assuntos da juventude.

Em 2017, o rapaz foi para a Google atuar como gerente de produto do Google Assistent. "No ano passado, trabalhei na Area 120, um setor da Google para produtos experimentais. Tenho explorado e rapidamente prototipado um monte de ideias, testando-as interna e externamente", comentou Sayman ao anunciar o Emojishot. "Então, há dez semanas, surgiu a ideia de um jogo de adivinhação baseado em emojis. Depois de muitos testes e comentários, estamos animados em anunciar a primeira versão de Emojishot", acrescentou.

O Emojishot é um aplicativo para grupos. O app mostra uma palavra aleatória e um dos usuários deve desenhar o animal, objeto ou ação usando emojis. Por exemplo, ao se deparar com a palavra Kraken (uma espécie de lula, que ameaçava os navios no folclore nórdico), a pessoa pode usar os emojis de polvo, barco e flecha. As figuras podem ser redimensionadas e os usuários também conseguem salvar as imagens criadas no rolo de câmera.

(Foto: Divulgação / Emojishot)

"Nós nos divertimos muito e estamos ansiosos para levar o aplicativo a uma audiência mais ampla", afirmou Sayman. Por enquanto, o aplicativo está disponível apenas para usuários do iOS.

A cada rodada, os jogadores desbloqueiam mais conjuntos de palavras, que ficam mais difíceis à medida em que o usuário progride. As charadas também podem ser compartilhadas com amigos para obter ajuda e o recurso chamado "cutucada" manda uma notificação a um amigo para que ele volte ao game.

De acordo com o site do Emojishot, a ideia era criar um game divertido que explorasse os emojis como arte e uma forma de comunicação. Já existem aplicativos similares na App Store, mas o principal game de adivinhação usando emojis incentiva os usuários a jogarem usando a TV.

De acordo com Sayman, melhorias serão adicionadas ao game ao longo do tempo. Ele também se ofereceu para brincar com os usuários recém-chegados ao aplicativo através de seu nome de usuário "michael".

Tudo indica que o Emojishot será liberado para o Android em breve. Uma lista de espera foi disponibilizada por Sayman para que os usuários recebam alertas e saibam quando o aplicativo for lançado no Play Store.

Carreira

Michael Sayman havia lançado cinco aplicativos antes de ser convidado a integrar o quadro de funcionários do Facebook. Aos 17 anos, ele lançou o famoso 4 Snaps, um game onde usuários escolhem quatro imagens e convidam amigos a adivinhar a palavra.

O desenvolvedor adolescente chamou a atenção de Mark Zuckerberg e chegou a participar de uma das conferências para desenvolvedores do Facebook. Depois de contratado, Sayman foi responsável pela criação do aplicativo Lifestage, exclusivamente para menores de 21 anos. O espaço permitia que adolescentes e jovens adultos criassem perfis em vídeo, mostrando um pouco sobre suas vidas, gostos, amigos e humor.

Há dois anos, o Lifestage foi descontinuado e Sayman conseguiu uma vaga para trabalhar na Google. Na época, havia boatos de que ele estaria trabalhando no Arcade, uma rede social voltada para games. Dentro da plataforma, usuários poderiam jogar usando contas ligadas a seus números de telefone, e não a uma rede social.

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.