Instagram prepara novo recurso para destacar conteúdo do Reels

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 15 de Julho de 2021 às 15h30
Omkar Patyane/Pexels

Sabe aquele botão em forma de etiqueta do Instagram? Ele serve para você guardar conteúdos que deseja ver mais tarde. Embora nem todos a usem, essa é uma ótima funcionalidade para não perder aquele post bacana em meio ao frenesi do feed ou aos incontáveis vídeos do Reels.

O Instagram começou a trabalhar em uma aba exclusiva para organizar e visualizar posts e Reels salvos com mais facilidade. Segundo o desenvolvedor mobile e leaker Alessandro Paluzzi, a rede estaria planejando reformular essa área de conteúdos guardados, que hoje é negligenciada pela maioria dos usuários. Paluzzi encontrou traços do código com essa mudança no aplicativo para celular.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

No modelo atual, o usuário precisa percorrer um longo caminho se quiser retomar o conteúdo gravado, o que desestimula o uso. É preciso clicar no ícone do perfil, ir até o menu de três riscos, localizar o item Salvos e procurar o conteúdo desejado em meio a todos os outros guardados.

A não ser que o usuário crie uma coleção específica, tudo que for salvo (com o botão do avião de papel) é levado para esse espaço. Não importa se é foto, vídeo do Feed, IGTV ou Reels, o destino será sempre a pasta “Todas as publicações”.

Hoje, não existe separação e é tudo bagunçado (Imagem: Captura de tela/Canaltech)

Com a nova proposta, cada armazenamento ficaria separado em guias conforme o tipo. Pela imagem, dá para ver duas abas já criadas: a de fotos e vídeos do Feed e uma exclusiva para Reels. Ainda não está claro se será necessário seguir o mesmo trajeto de hoje ou se haverá algum atalho. De qualquer forma, parece ser uma adição que levará mais organização para o dia a dia do usuário.

Como se trata de algo experimental, ainda não há previsão de quando ela pode ser liberada aos usuários — e nem se ela vai mesmo chegar para todos. O jeito é aguardar por mais novidades.

Fonte: Alessandro Paluzzi

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.