Horizon Worlds do Facebook adiciona "distanciamento social" para evitar assédio

Horizon Worlds do Facebook adiciona "distanciamento social" para evitar assédio

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 04 de Fevereiro de 2022 às 21h05
Reprodução/Meta

Nos mundos virtuais Horizon Worlds e Horizon Venues, a Meta (ex-Facebook Inc.) lançou nesta sexta (4) um recurso chamado “Personal Boundary” (“Limite pessoal”, em tradução livre). Construída para evitar o assédio em realidade virtual, a função cria uma “bolha” ao redor do usuário, assim evitando que os avatares tridimensionais “se toquem”.

Ao tentar se aproximar demais do avatar 3D de outra pessoa, o movimento para frente será interrompido, para que a distância entre eles não seja menor que aproximadamente 1,3 m. Para evitar ficar encurralado num canto do mundo virtual, ainda será possível ultrapassar avatares, disse a Meta ao site The Verge.

A distância entre avatares é de 1,2 m por padrão(Imagem: Reprodução/Meta)

O “Limite pessoal” é ativado por padrão e não pode ser desabilitado. A medida é uma forma de evitar assédio virtual, como a ocorrência relatada por uma usuária em dezembro do ano passado. Um estranho presente no mundo virtual teria apalpado o avatar dela.

Ainda dá para interagir entre avatares, como fazer um “bate aqui” (ou “high-five”, como também é conhecido) ou cumprimentar com um soquinho. Porém, para isso acontecer, ambos os usuários precisam estar com os braços estendidos.

Futuramente, segundo a Meta, será possível definir distâncias diferentes para o Limite pessoal. Para o futuro, a Meta promete experimentar ainda mais formas de manter usuários confortáveis quando interagindo em realidade virtual.

Fonte: The Verge, Oculus

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.