Google traz ao Brasil o Grasshopper, app para quem quer aprender a programar

Google traz ao Brasil o Grasshopper, app para quem quer aprender a programar

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 08 de Junho de 2021 às 10h00
Reprodução/Google

Se você é programador ou um estudante interessado na área, é bem provável que você tenha se deparado com a Grasshopper, a plataforma do Google para aspirantes a desenvolvedores. Por anos, a barreira idiomática era um obstáculo para a ferramenta alcançar o país, entretanto, para alcançar de vez o público brasileiro, o projeto será finalmente lançado no país com seus cursos introdutórios em JavaScript totalmente gratuitos.

O Grasshopper foi concebido na incubadora de projetos experimentais do Google, a Área 120, por uma equipe de programadores da companhia. O projeto visa “remover as barreiras” que limitam o acesso à educação e preparar adultos e jovens para carreiras de programação, uma habilidade que se torna cada vez mais importante, segundo a gigante.

Cursos no Grasshopper podem ser feitos através do PC ou celular (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)

A plataforma de programação para iniciantes chega ao Brasil como parte da iniciativa Cresça com o Google, em que a companhia apoia a recuperação econômica do país através de produtos e treinamentos gratuitos para desenvolver habilidades pessoais e profissionais. "Programar está se tornando uma habilidade essencial no mercado de trabalho, e queremos que todos possam aprender sobre isso", explica a diretora de marketing do Google, Susana Ayarza.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O que é o Grasshopper?

Todo o aprendizado do Grasshopper se dá a partir de jogos, lições interativas e questionários voltados para JavaScript. Além de introduzir mais pessoas nesse meio, o app também serve de ponte para estudantes de lógica de programação, ainda presos no pseudocódigo, para a parte prática do trabalho, já com uma das linguagens mais populares do mercado.

Programação em blocos é um dos meios mais simples de aprender a programar (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)

Programação em blocos também se faz presente na plataforma, especialmente nos estágios iniciais de aprendizado — no app, batizado de “Fundamentos”. Nesse primeiro momento, são ensinadas as aplicações de funções, criação de variáveis, controle de fluxo e a inserção de parâmetros.

Posteriormente, o usuário passará por lições sobre a manipulação de strings, arrays e é convidado a pensar “fora da caixa” ao ver soluções alternativas para problemas conhecidos — sempre, obviamente, usando os fundamentos introduzidos ao longo do curso.

Também dentro do Grasshopper há os snippets, uma área na Galeria da plataforma. De lá, o estudante é encorajado a explorar suas habilidades com o código e criar soluções básicas manualmente, com direito a marcação por HTML e estilização com CSS, sefor familiarizado com o tema.

Ainda em crescimento

Mais novidades devem estar a caminho, já que o Grasshopper é uma plataforma em constante evolução. Ademais, há recursos que existem na plataforma original, em inglês, que não constam na adaptação em português. A formatação em HTML e CSS de páginas web, por exemplo, é um dos conceitos que o app lançado no Brasil não inclui na jornada de aprendizado.

Até então, o aplicativo estava disponível somente em inglês e espanhol, contudo a partir de hoje (8), o Google liberará versões do Android e desktop em português. O lançamento para iOS, por outro lado, não tem previsão para acontecer. Para conferir a ferramenta, basta acessar o site oficial do Grasshopper e se cadastrar com a conta Google sem qualquer custo.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.