Google pede autorização ao BC para operar conta de débito no Brasil

Por Alberto Rocha | 16 de Maio de 2020 às 12h12
Reprodução
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

Além de se preparar para lançar um cartão de pagamento concorrente ao Apple Card, a Google também está disposta a ampliar sua atuação no setor de pagamentos aqui no Brasil. A companhia de Mountain View solicitou ao Banco Central uma autorização para operar como instituidora de arranjos de pagamento com contas pré-pagas, popularmente conhecidas como “débito”.

O pedido foi feito pela Google Brasil Pagamentos, responsável pelo Google Pay no país, na última segunda-feira (11), e caso seja aprovada, pode permitir que a gigante de tecnologia lance por aqui um serviço semelhante à NuConta (do Nubank), Mercado Pago (do MercadoLivre) e PagBank (do PagSeguro), por exemplo.

YouTubers podem ser beneficiados

Uma das possibilidades dessa autorização pode estar ligada ao método no qual os youtubers brasileiros recebem seus pagamentos. Atualmente a transferência internacional é realizada através de um banco local, assim como a taxa de câmbio, o que gera um custo para o recebedor. Caso tenha a sua própria conta digital, os depósitos poderiam ser feitos com o novo método.

Contudo, a Google não é uma instituição financeira e nem de pagamento, então essa opção é menos provável. Ao que tudo indica, os planos devem ser mais na expansão mais “física” do Google Pay, uma vez que a autorização para operar como instituidora de arranjos de pagamento também permite que a companhia tenha regras fixas para negociar diretamente com lojas e bancos.G

Google Pay foi lançado para substituir Android Pay no Brasil em 2018 (Imagem: Divulgação)

Vale ressaltar que a Google não é a única empresa de tecnologia interessada em investir em serviços financeiros. O Facebook, por exemplo, desde o ano passado tem um sistema de pagamento único para seus aplicativos, assim como a Apple, que também em 2019 lançou um serviço de finanças pessoais em parceria com a Goldman e MasterCard.

Ao Canaltech, o Google emitiu a seguinte nota de esclarecimento:

“O Google Brasil esclarece que o pedido de autorização de arranjo e instituição de pagamentos em análise no Banco Central está relacionado à emissão de vales-presente (gift cards) para compras no Play Store. O serviço encontra-se em operação.”

E você, qual a sua aposta? Conte-nos aqui nos comentários!

Fonte: Tecnoblog  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.