Google Fotos permitirá editar Memórias e dará vida a fotos de um jeito curioso

Google Fotos permitirá editar Memórias e dará vida a fotos de um jeito curioso

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 18 de Maio de 2021 às 17h52

Um dos recursos mais bacanas no Google Fotos é o “Memórias”, que permite relembrar ocasiões especiais através de fotos no formato de histórias. Ele ajuda a resgatar parte das mais de 4 trilhões de fotos armazenadas no aplicativo que nunca foram vistas.

Agora, os desenvolvedores resolveram usar a inteligência artificial para potencializar novos usos para essa ferramenta. O algoritmo é capaz de reconhecer determinados padrões visuais nas imagens, como cores e datas, para gerar uma seleção com base nisso.

O aplicativo consegue criar memórias a partir de datas, elementos em comum e fotos agrupadas (Imagem: Reprodução/Google)

Por exemplo: fotos tiradas em dias sequenciais na praia indicam férias, por isso podem ser ressaltadas pelo app como um momento para relembrar. Se você é alguém que possui uma mochila laranja e tira várias fotos dela, o Google Fotos pode entender que isso é relevante e montar alguma história sobre o seu acessório favorito.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Isso significa que o serviço é capaz de identificar até aniversários ou datas comemorativas, como Ano Novo, Páscoa e outros. Essas memórias aparecerão conforme o usuário rola pela grade de fotos, junto com as novas categorias “Melhores do Mês” e “Destaques da Viagem”, que devem ser lançadas ainda hoje.

Dê vida às suas fotos

Em dezembro do ano passado, o Google já havia produzido um recurso que usava o aprendizado de máquina para criar versões em três dimensões das fotos. Os engenheiros foram além e passaram a usar o recurso para dar movimento às imagens estáticas.

Normalmente, as pessoas tiram mais de uma foto para selecionar aquela que mais agrada. A IA do Google junta duas ou mais imagens e cria uma rede neural capaz de sintetizar um movimento, como se fosse um pequeno vídeo. Esse é um recurso que já existe no aplicativo de foto do iPhone, por exemplo, mas que foi aprimorado aqui.

Isso porque no concorrente a opção precisa estar habilitada para funcionar, enquanto no Google Fotos qualquer imagem criada em pares (quase idênticas) podem ser usadas para criar as fotos em movimento. Isso significa que mesmo fotos muito antigas podem “ganhar vida” se colocadas no álbum virtual.

Controle quais momentos reviver

Ao ler sobre o recurso de reviver memórias, muita gente pode pensar: “certo, mas nem todos os acontecimentos são agradáveis de se rever”. Muita gente ia detestar lembrar de momentos com um ex-namorado ou dos últimos dias de vida de um ente querido.

O Google Fotos vai permitir remover memórias indesejadas (Imagem: Reprodução/Google)

É por isso que a equipe do app está trabalhando para adicionar mais recursos que permitam ocultar fotos de certas pessoas ou períodos de tempo. A ideia é que estes mecanismos mais apurados sejam liberados até o final do segundo trimestre deste ano. O aplicativo também permitirá mais ajustes nas memórias já registradas, com possibilidade de renomeá-la, excluí-la ou configurar quais os destaques de uma viagem, por exemplo.

Outra adição é a pasta bloqueada: um espaço protegido por senha onde é possível guardar fotos separadamente e que não aparecem quando a pessoa rola pelos arquivos do app ou em qualquer outro dispositivo rodando o Google Fotos. De início, essa pasta será exclusiva para donos do Google Pixel, mas chegará em mais dispositivos Android até o final do ano.

A pasta bloqueada vai garantir a privacidade de fotos específicas (Imagem: Reprodução/Google)

Estes novos recursos do Google Fotos colocam a inteligência artificial no centro do jogo, com a possibilidade de aproveitar melhor suas memórias ou até trazê-las à vida. Em um momento delicado de pandemia como o atual, esta pode ser uma forma saudável de matar a saudade de tempos passados e de projetar o futuro.

Deixe-nos saber o que você acha dessa novidade. Use o campo de comentários e dê a sua opinião.

Fonte: Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.