Publicidade

Google Authenticator agora sincroniza códigos na nuvem

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 24 de Abril de 2023 às 17h41

Link copiado!

Reprodução/Google
Reprodução/Google
Tudo sobre Google

O Google Authenticator finalmente ganhou sincronização entre dispositivos, anunciou o Google nesta segunda-feira (24). A partir de agora, usuários poderão vincular os códigos temporários da autenticação em dois fatores às próprias contas em vez de tê-los salvos exclusivamente no dispositivo.

Se você já perdeu seu celular com o Google Authenticator instalado, sabe a dor de cabeça que é recuperar as contas perdidas: é necessário encontrar o código de recuperação (se ele existir e se você lembrar onde o guardou) ou entrar em contato com o suporte de cada serviço/aplicativo para tentar reaver o acesso ao cadastro — o que nem sempre é garantido.

Isso acontece porque o código temporário é vinculado ao dispositivo — portanto, se perdê-lo, não há como recuperá-lo recorrendo ao Google. Outro inconveniente dessa limitação era a troca de aparelho: ao migrar de celular, o usuário precisava fazer a transferência manualmente e aguardar pela conclusão do processo.

Continua após a publicidade

Felizmente, o Google enfim resolve esse problema com a sincronização com a nuvem. Em vez de salvar os códigos temporários exclusivamente no dispositivo, eles passam a ser vinculados à conta Google, permitindo que você os acesse a partir de outro aparelho a qualquer momento, desde que tenha acesso ao perfil.

Como ativar a sincronização do Authenticator?

A sincronização do Authenticator é feita de forma automática: basta atualizar o aplicativo e ter uma conta do Google cadastrada nela para ter as entradas de geração de códigos temporários armazenadas nos servidores da gigante.

Novo ícone

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Além do backup na nuvem, o Google Authenticator também ganhará um novo ícone. O programa abandonará a ilustração que lembra um cadeado por um asterisco com a paleta de cores da companhia.

Um futuro sem senhas

Lançado em 2010, o Google Authenticator foi criado como uma ferramenta prática para suportar a autenticação em dois fatores. O aplicativo é simples e dispõe todos os códigos temporários na tela assim que é aberto.

Continua após a publicidade

O Google é um dos principais defensores do chamado "futuro sem senhas" e a autenticação é um dos pilares dessa nova realidade. As passkeys, possível alternativa às tradicionais sequências secretas, usam um dispositivo vinculado a conta (geralmente o celular) para autenticar o acesso, dispensando o uso das credenciais tradicionais.