Publicidade

Edge é acusado de importar dados do Chrome sem permissão

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 30 de Janeiro de 2024 às 10h41

Link copiado!

Igor Almenara/Canaltech
Igor Almenara/Canaltech

Usuários do Microsoft Edge relataram que o navegador começou a importar o histórico de abas abertas do Chrome sem permissão. De acordo com o jornalista Tom Warren, do site The Verge, a situação começou a acontecer após atualizar o Windows 11 para a build KB5034204.

As pessoas afetadas pelo problema abriam o navegador da Microsoft e viam todas as últimas abas em execução no Chrome por lá — é um processo parecido com a restauração das janelas de quando você fecha o navegador, mas num aplicativo diferente e sem o consentimento prévio. 

O Edge até possui uma função para importar dados de outros browsers no PC após a inicialização, mas ela fica desativada por padrão, o que aumenta ainda mais a estranheza de todo o ocorrido. 

Continua após a publicidade

O desenvolvedor Zach Edwards publicou no X (antigo Twitter) um prompt durante a instalação do Windows sobre o ajuste, que revela que o Edge “regularmente vai trazer dados de outros navegadores no dispositivo”, desde que o usuário aceite ativá-lo. O sistema ainda informa que os dados são salvos localmente no dispositivo.

Como importar dados do Chrome no Edge

Continua após a publicidade

Teoricamente, se a função está desativada, o Edge não deve importar dados do Chrome, mas você pode conferir qual opção está salva no navegador:

  1. Abra o Edge no PC;
  2. Acesse as configurações no menu lateral;
  3. Clique em “Perfil”;
  4. Selecione “Importar dados do navegador”;
  5. Na parte do Chrome, pressione “Editar preferências”;
  6. Confira se a função está ativa.

Até o momento, Microsoft e Google ainda não comentaram o caso. É provável que a coleta de dados esteja relacionada à atualização do sistema e poderia ser removido com um patch no futuro, mas ainda é uma situação preocupante para a privacidade de todos os usuários.