“Chave virtual” poderá substituir as chaves físicas para abrir portas

Por Redação | 25 de Fevereiro de 2016 às 11h30

Pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com o apoio do Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE), estão desenvolvendo um aplicativo chamado Magikey, que utiliza a conexão NFC dos smartphones para permitir (ou negar) a abertura das portas.

Funciona assim: ao chegar ao local, o visitante deve aproximar o smartphone da porta que deseja abrir. Essa porta, por sua vez, estará equipada com um sensor que detectará a autorização para liberar o acesso. O sistema todo seria composto de três componentes principais: os celulares (ou tablets), nos quais será instalado o app Magikey; os dispositivos instalados nas portas e catracas; e um software na nuvem que abriga o banco de dados de autorização de acesso.

Magikey

“A partir da autorização feita por meio do aplicativo, é estabelecida uma comunicação direta entre o visitante e o local de acesso, sem intermediários. É possível controlar a porta segundo agendamentos e definir as pessoas que estão autorizadas a entrar e em quais horários, conforme a necessidade do anfitrião. É como se a porta soubesse exatamente quem está passando por ela e, mais importante, quem pode passar”, explica Raul Mariano Cardoso, cofundador da Advance Soluções em Informática, empresa responsável pelo desenvolvimento do produto.

O aplicativo é compatível com iOS e Android, e os pesquisadores já criaram uma startup para viabilizar sua comercialização.

Fonte: Agência FAPESP

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.