Apple já está sendo processada por recurso que só chegará com o iPhone X

Por Redação | 20 de Outubro de 2017 às 14h14
TUDO SOBRE

iPhone X

O iPhone X nem chegou às lojas, ainda, e a Apple já está sendo processada por conta de uma novidade que o flagship trará. Uma companhia japonesa alega que a Maçã infringiu seus direitos autorais com os Animojis, os emojis animados que reconhecem o rosto do usuário para personalizá-los.

Segundo a empresa, a Apple teria tentado comprar os direitos pelo nome Animoji antes de anunciar o lançamento do aparelho, mas o negócio não chegou a ser fechado. A japonesa alega que registrou este nome em 2014, e seu aplicativo chamado Animoji inclusive faz parte da App Store desde então, cuja função é enviar emojis animados, mas sem o reconhecimento facial incorporado pela Maçã no iPhone X.

Segundo os advogados da emonster Inc., empresa dona do aplicativo Animoji, "a Apple poderia ter escolhido outro nome antes de anunciar [o iPhone X] quando descobriu que os demandantes do processo já usavam Animoji para seu próprio produto. No entanto, a Apple tomou a decisão consciente de tentar roubar o nome para si – independentemente das consequências".

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Do outro lado, a companhia de Cupertino argumenta que a emonster não existia enquanto empresa na época em que decidiu adotar o nome Animoji para seu novo recurso.

Fonte: Cult of Mac

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.