Cyanogen 14.1 nightlies chega para HTC One, LG G3 e outros modelos

Por Redação | 30 de Novembro de 2016 às 23h01
photo_camera Reprodução
TUDO SOBRE

G3

Notícias não tão animadoras chegaram hoje, direto do fundador do CyanogenMod (e co-fundador da Cyanogen Inc.) Steve Kondik: devido a uma problema interno da empresa, o "(CyanogenMod) foi muito afetado". Acontece que houve uma série de desentendimentos na empresa, que culminaram em algumas medidas drásticas.

Ele disse, em comunicado, que o outro co-fundador, Kirt McMaster, ficou bastante infeliz com o funcionamento do negócio, principalmente por não direcionar sua visão sobre o CyanogenMod. A partir daí, vários disparates começaram, negócios ruins foram fechados e o ambiente da empresa ficou insustentável. O pior aconteceu internamente e a Cyanogen Inc. se tornou um lugar terrível para se trabalhar, nas palavras dele.

Steve não disse abertamente que está deixando a empresa, mas deixou implícito que não quer mais nada com a Cyanogen Inc. No entanto, ele pretende seguir em frente com o projeto CyanogenMod, mas pode se deparar com obstáculos legais significativos que poderiam derrubar todo o trabalho realizado até agora.

PECHINCHAS, CUPONS, COISAS GRÁTIS? Participe do nosso GRUPO DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Por enquanto, ainda sem uma decisão definitiva, os mantenedores do sistema operacional ainda continuarão produzindo novas versões do CM 14.1 (Android 7.1 Nougat) para muitos dispositivos. E hoje, sete novos aparelhos se tornaram compatíveis com o CyanogenMod 14.1 nightlies.

São eles:

  • BQ Aquaris M5 (piccolo)
  • HTC One A9 (GSM US) (hiaeul)
  • HTC One (M8) (m8)
  • HTC One (M8) Dual SIM (m8d)
  • LG G3 Beat (jagnm)
  • LG G3 S (jag3gds)
  • Xiaomi Redmi 1S (armani)

A lista deve ser atualizada em breve com novos dispositivos (e por incrível que pareça, o Nexus 5, a versão GSM LTE do Galaxy S III e vários aparelhos chineses farão parte dela).

Se você possui algum dos dispositivos para os quais a última versão foi liberada e gostaria de instalá-la, lembre-se também de baixar os GApps apropriados para o seu aparelho. Basta baixar a última versão do Open GApps.

Fonte: AndroidPolice

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.