Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Xiaomi lança power bank compacta com 5.000 mAh e até 20 W

Por| Editado por Wallace Moté | 12 de Janeiro de 2024 às 14h30

Link copiado!

Divulgação/Xiaomi
Divulgação/Xiaomi
Tudo sobre Xiaomi

A Xiaomi acaba de atualizar a sua linha de acessórios com a Ultra-Thin Power Bank. Trata-se de uma opção compacta para levar a qualquer lugar, sem abrir mão de uma capacidade razoável. 

Afinal, o produto tem capacidade de 5.000 mAh, que é semelhante ao tamanho da bateria de grande parte dos smartphones atuais.

Continua após a publicidade

Contudo, ela não deve ser suficiente para completar a carga destes modelos por conta de fatores como a ineficiência de carregamento — ou seja, a perda de energia por meio do aquecimento, por exemplo. 

Mesmo assim, a nova power bank da Xiaomi deve garantir boa parte da carga em aparelhos de 5.000 mAh, ou mesmo um carregamento completo em celulares que tenham baterias um pouco menores — como iPhones e smartphones dobráveis, por exemplo.  

A power bank ainda tem uma espessura de apenas 10 mm, que é ligeiramente maior em comparação com os celulares mais populares. Por outro lado, seu peso é muito mais leve com apenas 93 gramas, e por isso ela pode ser levada em praticamente qualquer bolso. 

Sua construção foi feita com um processo de metalização a vácuo não condutiva (NCVM), e por isso o exterior traz uma experiência parecida com a de um metal, inclusive com um acabamento metálico. 

As recargas promovidas pela power bank acontecem a até 20 W por meio de porta USB-C. Já a entrada de carga para armazenamento pode ocorrer a até 18 W. 

A Xiaomi garantiu segurança total no uso da power bank, com nove camadas de proteção. Por isso, ela não deve apresentar problemas de superaquecimento, curto circuito, sobrecorrente, sobretensão e outros. 

Preço e disponibilidade

Continua após a publicidade

A Xiaomi Ultra-Thin Power Bank foi anunciada no mercado chinês por 129 yuan, equivalentes a cerca de R$ 88 em conversão direta. Não há informações sobre vendas em outros países. 

Fonte: Xiaomi Today