Apple quer recriar MagSafe, conector capaz de evitar danos a cabo e dispositivos

Por Thaís Augusto | 08 de Abril de 2019 às 08h22
Reprodução/Wikimedia Commons

Se você é daqueles que sempre danifica o cabo do seu carregador, uma boa notícia: a Apple quer criar uma nova e melhorada versão do MagSafe, conector que conseguia se desconectar automaticamente de um Mac quando sentia que estava sendo puxado ou se alguém tropeçasse em seu cabo. O movimento evitava danos tanto para o computador quanto para o próprio conector.

A intenção foi identificada em uma patente publicada pelo US Patent and Trademark Office na última sexta-feira (5). É uma boa notícia para os usuários do iOS que têm pavor só de pensar em comprar um novo cabo para seu carregador, por exemplo. O acessório original custa R$ 149.

Nesta nova versão, o conector também atuaria para evitar que dispositivos fossem danificados por problemas de desconexão de cabos, mas sem as desvantagens do MagSafe. O pedido de patente da Apple diz que os conectores magnéticos como o MagSafe "ainda têm uma alta probabilidade de sofrerem danos físicos quando experimentam um movimento de sacudida porque os conectores magnéticos mantêm a força de atração durante todo o tempo".

A empresa ainda explica que soluções como o MagSafe eram ineficientes. Um exemplo citado é o indicador presente no conector, que apresentava uma luz laranja quando o computador estava sendo carregado ou verde quando a carga estava completa. Segundo a Apple "este indicador visual está constantemente ligado, desperdiçando energia e diminuindo a eficiência com que o dispositivo eletrônico portátil recebe energia".

O MagSafe foi aposentado pela Apple em 2017. O último computador compatível com o conector foi o MacBook Air daquele ano.

Um novo MagSafe

A Apple estuda criar um "sistema inteligente" no qual o conector seria capaz de "atrair e repelir dinamicamente o conector de ou para o dispositivo eletrônico portátil".

O segredo do conector estaria nos sensores instalados para detectar um evento de separação. Quando tudo estiver seguro, o cabo pode se atrair magneticamente para o seu dispositivo, mas ele se desconecta assim que identifica uma situação perigosa. Com essa melhoria, a Apple espera "minimizar substancialmente os danos ao conector e/ou ao componente de carregamento durante um evento de impacto".

A Apple também acredita que encontrou uma solução mais eficiente para o indicador visual do MagSafe. Em vez de uma luz no cabo que muda de laranja para verde e fica sempre ligado, a empresa diz que o novo conector daria aos usuários um feedback tátil, que comunica apenas que o dispositivo foi conectado com sucesso. Em outras palavras, o conector vibraria para avisar que foi ligado da forma correta.

Além disso, a Apple não vai restringir o uso do carregador apenas aos Macs, como aconteceu com o MagSafe. A patente descreve que esse sistema de carregamento inteligente seria capaz de operar com "um smartphone, dispositivo wearable, relógio inteligente, tablet, computador pessoal e similares".

Apesar de empolgante, vale lembrar que patentes são apenas vislumbres do que as empresas estão desenvolvendo. Grande parte das ideias muitas vezes acaba nem saindo do papel.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.