Comparativo 147 / 148 vídeos

Samsung Galaxy Note 8 vs Galaxy Note 5 [Comparativo]

07:05 | 14 de Novembro de 2017

Com o Galaxy Note 8 já no mercado, está na hora de comparar com sua versão anterior e ver o que mudou. Principalmente, se vale a pena o upgrade. Precisamos lembrar que, como o Galaxy Note 7 não chegou a ser lançado oficialmente no Brasil, ignoremos sua existência e partiremos direto para o Note 5, ok?

CONSTRUÇÃO

O Galaxy Note 5 foi o primeiro smartphone da linha Note que abandonou o plástico, adotando metal e vidro em um misto bastante robusto. Ele tem proteção Gorilla Glass 5 dos dois lados, algo que também acontece com o Note 8. O que muda é que o Galaxy Note 8 adota a tela Edge, curvando para as laterais. Isso, sozinho, já dá a sensação de que a tela tem menos bordas do que realmente tem.

Uma mudança bastante bacana está na gaveta para SIM cards, que no Note 8 permite colocar duas linhas ao mesmo tempo, ou aumentar a capacidade interna do aparelho. Tudo isso impossível no Note 5.

Ah, claro, um erro bastante sério no design do Note 5 permite que a S Pen fique travada e, praticamente, nunca mais saia do local onde ela deve ficar. Bastando apenas inserir ao contrário, com a ponta para fora. Isso foi corrigido no Note 8 e você é impedido de inserir a canetinha desta forma. Além disso, a S Pen agora tem duas vezes mais sensibilidade para pressão, ponta mais fina e tem a mesma certificação IP68 que está no smartphone.

Ponto, de longe, para o Note 8.

USABILIDADE + DESEMPENHO

Vamos aos números: o Galaxy Note 5 foi lançado logo depois do S6, com processador Exynos 7420 Octa, 4 GB de memória RAM e 32 GB de espaço interno. Já o Note 8 chegou com um Exynos 8895 Octa, com 6 GB de memória RAM e começando 64 GB de memória RAM. Temos o dobro de memória interna inicial no Note 8, 2 GB extras de memória RAM e um processador que consome menos energia, é mais eficiente e sabe lidar melhor com praticamente tudo que está no Android.

Junte isso com uma versão mais atual da TouchWiz, que além de mais inteligente, é mais limpa. Para finalizar, há mais recursos para a S Pen, como a possibilidade de escrever até 100 páginas de anotações com a tela desligada, ou então a tradução de frases inteiras com a ponta da caneta.

Ponto para o Galaxy Note 8.

DISPLAY E MULTIMÍDIA

Mais um quesito que mostra a evolução do Note 8 para o que existiu no Note 5. A tela do Note 8 ocupa 83% da frente do aparelho, contra 75% do Note 5. A qualidade de cores e ângulo de visão são semelhantes, mas a proporção de 18.5:9 possibilita o fim das barras pretas em vídeo. Além disso, a tela do Note 8 consegue exibir vídeos em HDR10, aumentando ainda mais a qualidade do conteúdo.

Por fim, a parte inferior do display é capaz de sentir a pressão exercida pelo usuário, algo inexistente no Note 5.

Ponto, com folga, para o Note 8.

CÂMERAS

O Galaxy Note 8 é o primeiro smartphone da Samsung que adota duas câmeras na parte traseira, ambas com 12 megapixels de resolução. Uma das lentes, com grande angular, trabalha com abertura de f/1.7. Enquanto a outra, para zoom ótico de duas vezes, faz fotos em f/2.4. Ambas com estabilização ótica de imagem.

O resultado das imagens é superior aos 16 megapixels da lente única do Note 5. Seja em fotos com boas condições de luz, como nas noturnas. E é exatamente aqui que a diferença é maior. Além disso, o Note 8 pode desfocar o fundo, criando um efeito buquê belíssimo.

Ponto para ele, mais uma vez.

BATERIA

O Galaxy Note 8 vem com bateria de 3.300mAh, 300mAH além do que existe no Note 5. O chipset mais recente no Note 8 sabe lidar melhor com energia, mas a tela maior automaticamente gasta mais energia para ficar ligada. Os números não mentem. Ficar assistindo um vídeo em Full HD do YouTube, com brilho no máximo, retira 12% por hora do Note 5. Já no Note 8, a taxa de descarga média ficou em 13,5% a cada hora.

Poderia ser melhor. A bateria do Note 7 era maior, mas o resultado foi um desastre. A Samsung resolveu ser cautelosa e diminuiu a capacidade do Note 8, para manter a segurança e ter a certeza de que nenhum smartphone pegaria fogo, ou expldoria.

Já que o Note 5, mesmo com menos bateria, foi capaz de durar mais tempo exibindo o mesmo conteúdo, o ponto vai para ele.

PREÇO

Este é um ponto que pode, e vai, gerar polêmica. O Note 5 foi lançado dois anos antes do Note 8. Tempo o suficiente para o smartphone despencar em um patamar mais aceitável para um smartphone. Hoje, no momento da gravação deste vídeo, você encontra o smartphone por algo entre R$ 2,5 mil e R$ 3 mil. Já o Note 8 está no mercado por R$ 4,4 mil, valor que fica perto de R$ 1,5 mil acima do Note 5.

Isso, sozinho, seria suficiente para dar o ponto para o Note 5, mas a evolução de um modelo para o outro é grande o suficiente para justificar o valor maior. A lente dupla, nova caneta S Pen, melhoria no desempenho, tela com bordas bem pequenas e o dobro de memória interna, junto de ser dual-chip e ainda permitir a expansão da memória interna com um microSD, é melhoria o suficiente para justificar o upgrade.

Estamos falando do preço de lançamento do Note 8, que tende a baixar com o passar dos primeiros meses. Se você esperar até o final do ano, é capaz de que a diferença esteja menor. Oferecendo uma escolha ainda mais inteligente.

Ponto para o Note 5 pelo preço menor. Apenas por isso.

QUEM GANHA?

Depois desta batalha, fechamos assim:

* 3 pontos para o Galaxy Note 8: construção, usabilidade + desempenho, display e multimídia
* 2 pontos para o Galaxy Note 5: bateria, preço

O Note 8 ganha nos pontos e leva de longe a vantagem. Como falei antes, ele vem com o dobro de memória interna, processador mais inteligente, 2 GB extras de RAM, é dual-chip, permite expandir a memória interna, tem duas lentes e a S Pen tem duas vezes mais precisão na pressão. Além de melhorar os acertos do toque na tela, por utilizar uma ponta mais fina.

Ele é uma evolução considerável para quem tem o Note 5, muito recomendado. O Note 5 só vale se você realmente não tem como juntar mais e levar o modelo mais recente. A bateria dele é ligeiramente melhor, mesmo com menor quantidade de mAh.

O valor extra vale a pena, já que o Note 8 será atualizado por muito mais tempo do que o Note 5, que nasceu com o Android 5 e já está no Android 7 e não receberá novos updates.

E ai, concorda? Discorda? Tem outros pontos em mente? Coloque aqui na área dos comentários.