Comparativo 133 / 142 vídeos

Motorola Moto G5 vs Sony Xperia L1 [Comparativo]

07:12 | 01 de Agosto de 2017

Boas especificações, design arrojado e recursos que realmente deverão ser utilizados. É assim que você imagina, basicamente, um intermediário de média gama. Neste caso, trazemos para vocês o Xperia L1, da Sony, e o Moto G5, da Motorola, que se enfrentam num comparativo bem bacana.

Qual dos dois é o que mais vale a pena? Isso é o que nós vamos conferir a partir de agora.


CONSTRUÇÃO

Com um corpo sólido e confortável, o Xperia L1 vem num tom fosco para dar mais aderência, ganhando uma forcinha dos cantos arredondados. A estrutura em um corpo só fecha 180 g para o seu peso, mas devemos comentar essa tela que não deixa quase nenhuma borda lateral.

Já no Moto G5 nós encontramos uma nova cara. A linha agora adota o metal na traseira e no acabamento, com os cantos em plástico para permitir as conexões sem fio. Ele é um pouco mais espesso, porém mais leve, e traz também o nanorrevestimento resistente à respingos d’água.

O G5 ainda traz um sensor que simula um botão Home inteligente, onde você pode substituir os botões virtuais do Android com gestos simples. E ele ainda tem um leitor biométrico, coisa que ficou de fora do celular da Sony.

E convenhamos: os dois são bem bonitos, mas o G5 traz mais vantagens. Ponto para ele.

USABILIDADE + DESEMPENHO

O G5 vem equipado com um chipset Snapdragon 430 (octa-core 1.4 GHz), GPU Adreno 505, 2 GB de RAM e 32 GB de armazenamento, ou seja, tudo o que um smartphone precisa para funcionar sem engasgos mesmo nas atividades um pouquinho mais pesadas.

Já no lado do L1 nós encontramos um chipset MediaTek MT6737T (quad-core 1.45 GHz), GPU Mali-T720, 2 GB de RAM e 16 GB de armazenamento. Assim como no G5, o aparelho da Sony também traz slot dedicado para um cartão microSD e outros dois para chips de operadora.

Em termos de desempenho, devemos concordar que nenhum deles vai deixá-lo na mão se você está mirando um uso tradicional. Eles também podem reproduzir alguns jogos mais pesados, porém com algumas limitações.

No mais, vamos considerar o ponto técnico para o Moto G5, que vem com o dobro de armazenamento. E memória é uma coisa que todo mundo tem que dar muito valor hoje em dia.


DISPLAY E MULTIMÍDIA

O IPS LCD se faz presente nos dois aparelhos, mas com tamanhos diferentes: 5,5” para o Xperia e 5” para o G5. Respectivamente, os dois trazem a resolução HD e FHD, com densidade de 320ppi e 441ppi.

A diferença de tamanho nas telas é um certo diferencial que incomoda quando comparamos as resoluções adotadas pelas fabricantes. No G5 as imagens parecem mais nítidas, com mais detalhes e também com cores mais vibrantes. No Xperia L1 as coisas são inferiores, mas você ainda pode calibrar o balanço de branco nos ajustes.

Ainda assim, o ponto vai para o Moto G5 pela qualidade superior em relação ao seu rival.

CÂMERAS

A Sony optou por um sensor de 13 MP (f/2.2) no Xperia L1. Essa câmera não traz nenhum adicional forte, embora permita ajustes manuais no foco, velocidade do obturador, exposição e balanço de branco. Na frontal, o sensor é de 5 MP (f/2.2) com lente grande angular.

Passando a bola para o G5, temos uma câmera traseira de 13 MP (f/2.0) com foco PDAF. Aqui nós temos a interface tradicional adotada pela empresa, que é muito simples e também dá ajustes manuais aos usuários. Para fazer as suas selfies você conta com uma câmera de 5 MP (f/2.2) também com lente grande angular.

De um modo geral, os sensores dos dois aparelhos são bem balanceados. As cores capturadas são vívidas, mas geralmente você perde uma série de detalhes dos cenários.

No mais, temos um empate entre esses dois aparelhos, considerando um uso mediano para os dois. Se você espera por resultados mais detalhados… bem, talvez eles não sejam as melhores opções do mercado.


BATERIA E ACESSÓRIOS

Temos 2.800 mAh de bateria no Moto G5 e 2.620 mAh no Xperia L1. A diferença entre eles acaba não sendo tão gritante quanto falamos de números, e em reprodução de conteúdo por streaming eles também não são tão parecidos: descarga média de 10-11% para o G5 e 13% para o L1.

Em uso prático, ambos os aparelhos conseguem permanecer ligados por um dia inteiro, embora o aparelho da Moto tenha a vantagem do carregador TurboPower. Em contrapartida, o acessório não vem na caixa.

A Sony, por sua vez, tem um gerenciamento de energia mais calibrado, com modos de economia também mais eficientes.

Sendo assim, vamos considerar um empate entre eles, dada a autonomia parecida no dia-a-dia.


PREÇO

Estamos considerando os valores oficiais praticados pela Motorola e Sony em seus aparelhos. Dito isto:


* R$ 999 para o Moto G5;
* R$ 1.199 para o Xperia L1.

No varejo, ainda é possível encontrar esses aparelhos com valores mais acessíveis, mas o ponto aqui também vai para o Moto G5, considerando a diferença de R$ 200 entre eles.


VALE A PENA?

Chegamos ao final dessa disputa com o seguinte resultado:


* 2 pontos para o Xperia L1: câmeras, bateria;
* 6 pontos para o Moto G5: construção, usabilidade + desempenho, display e multimídia, câmeras, bateria, preço.

O Moto G5 tem vantagens claras em relação ao Xperia L1. Além do preço mais convidativo, ele traz display com maior resolução, o dobro de armazenamento, leitor biométrico e corpo metálico, por exemplo.

Mas o L1 também traz bons recursos. O visual mais elegante adotado pela Sony fica nítido, com um apelo explícito na parte estética - que podemos perceber na tela que ocupa um belo espaço, por exemplo.

No mais, a disputa aqui fica com o smartphone da Motorola pelas vantagens oferecidas. Mas e vocês, concordam com este resultado?