Comparativo 198 / 206 vídeos

Moto Z3 Play vs Zenfone 5 [Comparativo]

07:57 | Por Wellington Arruda | 17 de Janeiro de 2019

O mercado de smartphones tem ficado mais competitivo na linha de intermediários premium, categoria que vem oferecendo recursos fortes por preços abaixo dos aplicados em aparelhos de ponta. Seguindo estes parâmetros, temos o Zenfone 5 e o Moto Z3 Play, ambos lançados em 2018.

Qual deles será que leva a melhor nessa disputa? Isso é o que a gente vai descobrir neste comparativo.

CONSTRUÇÃO

A Motorola seguiu bem as linhas de design das últimas gerações, mas com melhorias específicas. O Z3 Play tem cantos arredondados, 6,75mm de espessura e alumínio nas laterais. A traseira é em vidro e mantém os conectores para os Moto Snaps, mas a fabricante removeu a entrada P2 para fones de ouvido.

Um outro detalhe do Z3 Play é o leitor biométrico que fica na lateral, por causa do novo formato esticado de tela. O mesmo se repete no Zenfone, mas o leitor de impressões digitais está na traseira.

No celular da Asus, o vidro também toma conta dos dois lados, tal como o alumínio está presente na moldura lateral. Ele tem câmeras na vertical (e menos saltadas que o Z3 Play), aspecto arredondado e pegada confortável, embora seja mais largo do que o celular da Moto. Neste caso, porém, a fabricante manteve a entrada P2.

Sendo assim, considerando também que o Zenfone 5 é semelhante a dezenas de outros smartphones do mercado, o ponto fica com ele por causa da P2 e da capinha grátis que a fabricante manda na caixa. A propósito, os dois celulares trazem slots híbridos para chips de operadora e/ou microSD.

Vencedor: Zenfone 5.

DISPLAY E MULTIMÍDIA

As duas fabricantes apostaram em tela esticadas e com melhor relação do corpo para o display. No caso da Motorola, o celular traz 6 polegadas de painel Super AMOLED com resolução Full HD+; no da Asus, ele tem 6,2” IPS LCD também com resolução Full HD+.

A principal diferença entre eles é que a Asus foi um pouco mais ambiciosa neste quesito, e optou por utilizar um notch, aquele entalhe que fica no topo. Mesmo que possa ser escondido, a proporção do display para assistir vídeos e filmes ainda fica esquisita, se compararmos com o Z3 Play que tem bordas finas em cima e embaixo.

De qualquer forma, ambos os painéis oferecem cores vibrantes, nitidez e boa visualização (seja angulada ou sob luz solar). A vantagem, entretanto, fica com o celular da Moto pela tecnologia utilizada.

No áudio, entretanto, a vantagem fica com o Zenfone 5. O dispositivo tem saída estéreo, diferente do Z3 Play, e ainda traz suporte a fones de ouvido Hi-Res e DTS.

Vencedor: Moto Z3 Play.

USABILIDADE + DESEMPENHO

Tanto o Z3 Play quanto o Zenfone trazem o chipset Snapdragon 636, GPU Adreno 509, 4 GB de RAM e opções com 64 GB ou 128 GB de espaço interno. No caso da variante com mais memória do Motorola, a RAM sobe para 6 GB. Isso não indicaria um aumento de desempenho, mas ele certamente lida melhor com apps em segundo plano.

Mas, considerando as variantes com 4 GB de RAM, o que fica claro no desempenho de ambos é que jogos pesados rodam sem problemas, as interfaces também não apresentam atrasos. O mesmo pode ser esperado para aplicativos de produtividade e para navegação.

Estes dois celulares ainda trazem slots híbridos para cartão SIM e microSD, NFC, Bluetooth 5.0 e rodam Android 8.1 (Moto) e 8.0 (Zenfone). O Z3 Play, claro, traz uma interface mais limpa e otimizada, mas com menos recursos adicionais, enquanto a ZenUI traz as adições da Asus, mas desta vez com bem menos apps desnecessários instalados de fábrica.

Vencedor: Empate.

CÂMERAS

Estes dois aparelhos trazem sistema de duas câmeras na traseira. No Zenfone, são 12 MP (f/1.8 - OIS) e 8 MP (f/2.0) com ângulo de captura de 120º. No celular da Moto, o principal sensor tem 12 MP (f/1.7) e outro de 5 MP (f/2.2) para auxiliar no modo retrato, ajustando a profundidade de campo e detalhes dos cenários.

As fotos capturadas com qualquer um desses celulares vai ter boa definição, cores nítidas e aspectos legais. Só que o Zenfone se sai melhor com gravações, embora ambos façam vídeo em [email protected] Por outro lado, cenários noturnos se mostram bem mais difíceis, tendo em vista que há ruído presente em ambos.

Os dois, claro, tem o modo de desfoque de fundo, mas com falhas e ajustes imprecisos. O Zenfone aposta na Inteligência Artificial para identificar cenários, e como diz a própria propaganda, “pensar por você” na hora de fazer os cliques. Para resultados melhores nos dois, aconselhamos usar os modos manuais, se for o caso.

As selfies dos dois, no caso, são bem equiparáveis. São sensores de 8 MP (f/2.0) com suporte a gravação de vídeos em [email protected]; elas registram imagens boas, mas é muito mais recomendado apelar por locais mais iluminados com estes sensores.

Vencedor: Zenfone 5.

BATERIA

  • Moto Z3 Play: 3000 mAh
  • Zenfone: 3300 mAh

A autonomia de bateria desses dois celulares é bastante semelhante e limitada a um dia de uso constante. O da Asus traz um pouco mais de gás, embora precise disso para equilibrar o jogo porque sua tela também consome um pouco mais de energia. O Z3 Play registrou 12% por hora de descarga com vídeos online, e o Zenfone 13%.

Ambos contam com Carregamento Rápido e modos de economia de energia. No software, o Zenfone ainda conta com recursos para preservar a vida útil da bateria a longo prazo, o que é benéfico para quem pretende passar alguns anos com o smartphone.

No caso do Z3 Play, o consumidor ainda pode optar pelo Snap Power Pack, mas será necessário comprá-lo por fora.

Vencedor: empate.

PREÇO

  • Moto Z3 Play: R$ 2.299,00 (64 GB) e R$ 2.699,00 (128 GB)
  • Zenfone 5: R$ 2.199,00 (64 GB) e R$ 2.499,00 (128 GB)

Vencedor: Zenfone 5.

QUEM GANHA?

  • Moto Z3 Play (3 pontos): display e multimídia, usabilidade + desempenho, bateria
  • Zenfone 5 (5 pontos): construção, usabilidade + desempenho, câmeras, bateria, preço

O vencedor, então, com 5 pontos contra 3, é o Zenfone 5!

Gostou desse vídeo?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Citadas no Vídeo