Comparativo 136 / 148 vídeos

Moto G5S vs Moto G5 [Comparativo]

09:11 | 13 de Setembro de 2017

A família Moto G está ainda maior! Pois é. Quem era acostumado com a ideia de que essa linha foi criada para atender um público de entrada, agora se depara com os aprimoramentos visuais e de hardware. Falando assim parece até que estamos vivendo em um universo paralelo, afinal, não é esse o motivo pelo qual os smartphones são atualizados?

Pois bem, cerca de 5-6 meses após o lançamento do Moto G5, o Moto G5S desembarcou no Brasil. E pra quem esperava por muitas mudanças, ou estava preocupado porque acabou de comprar o G5… calma, vamos conferir o nosso comparativo entre eles.

CONSTRUÇÃO

Seguindo o seu mais novo costume, a Motorola traz para o Moto G5S um smartphone extremamente similar ao Moto G5. As principais diferenças, porém, estão nos detalhes. O G5S seria o modelinho “premium”, com cortes mais refinados e visual unibody. Além disso, ele é maior por conta do display.

Olhando rapidamente, e principalmente de frente, os dois são idênticos, mas o modelo mais recente agora tem alumínio em toda parte traseira, que agora não é mais removível como é no Moto G5. E ele não faz uso do plástico, por isso as listras para as antenas e conexões.

A parte boa disso é que o G5S tem 8.2mm de espessura, enquanto que o G5 tem 9.5mm. A parte ruim, antes que vocês perguntem, é que ele é mais pesado: são 157 g contra 145 g. E, sim, a Motorola continua apostando no nanorrevestimento resistente à respingos d’água.

Os dois smartphones trazem o sensor biométrico que também é sensível ao toque e pode substituir os botões do Android. Isso é legal, mas o fato dele agora ter uma gaveta híbrida acaba sendo um ponto bem ruim, assim como a câmera saltada.

Deste modo, considere o seguinte: o Moto G5S é mais premium e é como se fosse o “Minion de terno” da família. Mas o Moto G5 é mais prático, sendo o “Minion de jeans e camiseta”. Com essa analogia bizarra, vamos considerar um empate técnico entre os dois modelos.

USABILIDADE + DESEMPENHO

Nós citamos no tópico anterior que o G5S é um produto voltado para quem quer mais elegância, e aqui a prova fica mais clara. Os dois aparelhos trazem, basicamente, as mesmas especificações, o que inclui:

* Chipset Qualcomm Snapdragon 430;
* CPU octa-core de 1.4 GHz;
* GPU Adreno 505
* 2 GB de RAM;
* 32 GB de armazenamento;
O desempenho deles é, basicamente, o mesmo. Atividades mais rotineiras rodam sem problemas, bem como alguns jogos mais leves. Games pesados como Asphalt Xtreme também rodam numa boa, mas com a tímida diferença de que no modelo mais recente o Android roda na versão 7.1.1, diferente do G5 que chega com a 7.0. Neste caso, o empate entre eles é mais do que justo, considerando o uso real, as limitações e pontos de destaque.

DISPLAY E MULTIMÍDIA

Lembram também que nós falamos que o G5S é maior por causa da tela? Pois bem, ele traz 5,2” contra 5” do Moto G5, mas os dois têm a resolução Full HD (1920 x 1080p) em um painel IPS LCD. A densidade de pixels, desta forma, fica distribuída em 424 ppi no G5S contra 441 ppi no G5. E, sim, ambos trazem Gorilla Glass 3, mas só o mais recente tem acabamento 2.5D.

Essa diferença entre eles não prejudica diretamente o modelo maior. Dificilmente você conseguirá perceber uma queda na saturação de cores ou mesmo menos detalhes, considerando um uso normal do celular, e não com ele encostado no rosto.

O resumo da ópera é que os dois apresentam uma boa gama de cores e cenas escuras menos opacas, por exemplo. Com isto, temos um novo empate, visto que o tamanho das telas é um fator determinante para cada usuário, neste caso.

E quanto a saída de som, a Motorola tomou a decisão de deixá-la ao lado da entrada USB no G5S, diferente do G5 que tem um alto-falante na parte frontal. O ponto positivo, aqui, é que ela aparenta ter volumes mais altos; o negativo, como você já deve imaginar, é a posição.

CÂMERAS

Nas câmeras, mudanças leves retratam essa nova geração. São 16 MP do G5S contra 13 MP do G5, ambos com abertura f/2.2, foco PDAF e flash LED único. Além de gravar em FHD@30fps, eles contam com HDR e modo manual.

Principalmente com boa iluminação, os dois celulares sabem trabalhar bem e registram imagens com detalhes. As cores não ficam saturadas, então você também não terá problemas quando precisar fazer uma foto em um cenário com muito contraste.

Já na frontal, a câmera é de 5 MP com abertura de f/2.0 no G5S contra f/2.2 do G5, mas com a mesma aposta da captura com ângulo aberto. A principal diferença fica para o flash LED do novo modelo, pois a qualidade é, em resumo, a mesma.

As selfies sempre terão um retoque aqui e ali, então os resultados não são os melhores da categoria, mas também não são os piores.

Não há nenhuma diferença brutal entre eles que justifique a troca do G5 pelo G5S apenas visando a qualidade das fotos. Mas, sim, a Motorola fez pequenas mudanças e ajustes no novo sensor, o que nos faz dar esse ponto para o G5S.

BATERIA

Aqui vai a primeira diferença crucial de bateria entre esses dois modelos: o Moto G5 tem uma bateria removível de 2.800 mAh, enquanto que o G5S traz uma não-removível de 3.000 mAh. Mas os dois são compatíveis com o TurboPower, ok? Só tenha em mente que a Motorola só inclui o carregador de 15W na caixa do G5S, e na do G5 vem o modelo comum.

Em um teste de estresse, reproduzindo vídeo no YouTube com brilho máximo e conectado ao Wi-Fi, os dois aparelhos tiveram a mesma descarga de 10-11% por hora. Isso, por si só, confirma que os 200 mAh a mais não aumentam a vida útil do aparelho, mas servem para suprir o pequeno aumento de tamanho do display sem prejudicar este aspecto.

E lembra que nós falamos em praticidade no primeiro tópico? O Moto G5, mais uma vez, traz esse conceito aplicado, mas do outro lado nós temos um G5S com um carregador mais rápido. Considerando estes pontos, vamos considerar um empate entre eles.

PREÇO

Nas lojas da Motorola, o Moto G5 é vendido por R$ 999 e o Moto G5S por R$ 1.099. Já no varejo, os valores são substituídos, respectivamente, por algo próximo dos R$ 770 e R$ 960. Se por acaso você optar por comprar a geração anterior, ainda sobra grana para comprar um TurboPower - que na loja da própria fabricante custa R$ 149.

Ponto para o Moto G5.

QUEM GANHA?

Muitos leitores que acabaram de comprar o Moto G5 nos perguntaram se o G5S era mesmo muito melhor. O resultado do nosso comparativo, entretanto, nos diz algo legal sobre isso:

5 pontos para o Moto G5: construção, usabilidade + desempenho, display e multimídia, bateria e acessórios, preço.
5 pontos para o Moto G5S: construção, usabilidade + desempenho, display e multimídia, câmeras, bateria e acessórios.

O empate entre os aparelhos, ainda assim, revela pontos de destaque entre eles. O que você pode considerar na hora de comprar um ou o outro, é: no G5S você terá um smartphone mais bonito, mas no G5 você tem o mesmo desempenho, e com o adicional de não ter slot híbrido.