Comparativo 145 / 184 vídeos

iPhone 8 vs Galaxy S8 [Comparativo]

10:17 | Por Redação | 30 de Outubro de 2017
Tudo sobre

Duas das maiores fabricantes do mundo não deixariam de lançar aparelhos de ponta em 2017, e foi o exatamente o que aconteceu. Meses antes da concorrente, a Samsung revelou o Galaxy S8 para um mercado que está caminhando para um “futuro sem bordas”, e agora em setembro a Apple trouxe o iPhone 8 e seus outros dois irmãos.

O que temos aqui são dois aparelhos um tanto quanto distintos, mas ambos topo de linha. Ficou curioso? Então vamos lá saber quem leva a melhor numa disputa direta entre o S8 e o iPhone 8.

CONSTRUÇÃO

Inegavelmente a Apple manteve no iPhone 8 o design e praticamente todas as dimensões das últimas gerações. Sendo assim, o aparelho com alumínio Série 7.000 traz certificação IP67 e cantos arredondados, mas com adição do vidro na traseira. Ele continua sem entrada para fones de ouvido, mas agora tem 148 gramas e 7.3 mm de espessura, e não deixa a sensação de que vai voar da sua mão a qualquer momento.

Já a Samsung tem um smartphone com tela maior e corpo pequeno, mas também tem vidro nos dois lados da peça. A solução da sul-coreana é o Gorilla Glass 5, enquanto que a Apple usa “o vidro mais resistente aplicado em um smartphone”, mas sem especificar qual modelo.

Esse corpo mais esticado do S8 traz a certificação IP68 contra água e poeira, além do também famigerado conector para fones de ouvido. Esteticamente falando, fica claro que o S8 está à frente do iPhone 8 em termos de inovação, sendo equiparável mais com o iPhone X e a sua cara futurista.

Ah, e os dois aparelhos são compatíveis com o carregamento sem fio por conta disso, mas nós vamos dar esse ponto para o S8. O aparelho da Samsung tem um apelo inovador mais explícito, enquanto que o da Apple tende às melhorias básicas sem alterar a estética geral.

USABILIDADE + DESEMPENHO

Tudo o que você espera de um smartphone caro é que ele funcione sem engasgos e que todos os aplicativos também tenham compatibilidade. Resumidamente, esses dois caras têm hardware suficiente para aguentar os próximos anos com os pés nas costas. O que vai diferenciar bastante um do outro é o software, que está bem mais aprimorado nesta geração.

De um lado, temos o iPhone 8 com o chip A11 Bionic de seis núcleos e processador neural, com 2 GB de RAM. Do outro, um Galaxy S8 com Exynos 8895 octa-core e o dobro de RAM. De espaço interno, o iPhone oferece 64 ou 256 GB, enquanto que o S8 tradicional tem 64 GB, mas com slot para cartão microSD.

O iOS 11, da Apple, trouxe dezenas de mudanças e APIs novas, como a Metal 2. Mas o Android Nougat do S8 também está recheado de mudanças, e a interface da Samsung está mais refinada e com recursos importantes, além de ser mais fácil “trabalhar de verdade” nele do que no iPhone, mas isso por causa de tela.

O que esses dois caras vão te oferecer é o que há de mais parrudo no mercado. Existem critérios adicionais, como o ARKit que tem vindo com força e o leitor de íris do S8, mas no geral os dois estão lado a lado para quem quer um aparelho com ótimas especificações e desempenho mais que satisfatório.

DISPLAY E MULTIMÍDIA

Mesmo que sejam smartphones verdadeiramente parrudos por natureza, o iPhone 8 e o Galaxy S8 definitivamente não compartilham o mesmo conceito de tela.

No smartphone da Apple, temos as mesmas 4,7” num painel LCD, com resolução de 1334 x 750 pixels e um nível de contraste alto o suficiente para você não se preocupar com a qualidade. Dentre os adicionais, temos o 3D Touch e a tecnologia True Tone, que adapta a temperatura das cores de acordo com a luz ambiente.

Já no lado da Samsung, temos um painel de 5,8” Super AMOLED com resolução maior: 2960 x 1440p com aspecto de 18.5:9. O nível de saturação aqui é maior, mas o que realmente pesa mais é a distribuição dessa tela no corpo do smartphone.

Inegavelmente o S8 tem uma tela mais bem aproveitada, o que é ótimo para assistir qualquer coisa nele. Já no iPhone a experiência é reduzida, embora a qualidade seja um ponto bacana. É claro que no Super AMOLED você tem uma série de vantagens, mas o display da Apple também não faz feio.

Já poderíamos dar esse ponto para o Galaxy S8, mas a Samsung ainda não trabalha com um sistema estéreo de som nos seus smartphones. A Apple, por outro lado, tem esse sistema disponível no iPhone 8 com mais qualidade e potência do que no iPhone 7.

Como fica essa conta, então? Pelo lado imersivo, o S8 ganha fácil, até porque esse critério não se aplicaria a um usuário com fones de ouvido, certo? E é aí que nós batemos novamente naquela tecla: o S8 não mata o conector de 3,5 mm, já o iPhone…

EMPATE

CÂMERAS

As especificações técnicas da última geração foram mantidas no iPhone 8, ou seja: 12 MP (f/1.8) e 7 MP (f/2.0). O sensor principal tem suporte ao Focus Pixels, flash True Tone de 4 LEDs, Live Photos e OIS.

Já o S8 tem 12 MP (f/1.7) e 8 MP (f/1.7) com foco rápido para os dois sensores. O que fica de mais impactante é a qualidade das fotos do S8, que tem um pós-processamento de imagem mais forte e tem sido uma boa aposta da sul-coreana desde o S7.

A comparação básica é a seguinte: a Apple foca no realismo, mas melhorou os valores do HDR e correção de imagem no software. A câmera da Samsung segue o mesmo padrão, e como estamos falando de apenas um sensor principal nos dois, a qualidade acaba sendo um ponto bem específico para quem está de olho nestes aparelhos.

Dito isto, vai ser difícil se sentir arrependido com qualquer um desses brinquedos se a sua ideia é ter um bom smartphone para fotografias. Eles são ótimos neste quesito, e até mesmo a câmera frontal deles exibe cores mais saturadas e com muitos detalhes.

Só que a Apple fez umas adições bem legais no iPhone 8. O aparelho agora pode gravar em 4K@60fps ou 1080p@240fps (slow-mo), sendo este um adicional plausível para o iPhone levar esse ponto para casa.

Mas, entenda: enquanto smartphones apenas para a fotografia, eliminando a gravação de vídeos, os dois celulares são competidores à altura.

BATERIA

Vamos começar falando dos números, onde a diferença é um tanto quanto gritante: 1.821 mAh no iPhone 8 contra 3.000 mAh do S8. Falando somente sobre isso, parece até que a diferença entre eles é gritante e que o celular da Samsung ganha disparado, não é? Mas… não, não é assim.

Tanto com o iPhone 8 quanto com o Galaxy S8, a autonomia esperada é de um dia inteiro de uso, sem precisar deixar de lado recursos importantes ou mesmo aplicativos que você mais usa. É o caso de tirá-los de manhãzinha da tomada e sair usando até voltar para casa.

Mas é exatamente aí que os dois se diferenciam. O iPhone 8 ainda *não* tem um sistema de carregamento rápido, algo que a Apple está preparando para trazer em uma atualização futura. Com o S8, basta usar o carregador padrão que vem na caixa para conseguir X% em X minutos.

PREÇO

Antes de citarmos os preços dos dois produtos, precisamos esclarecer que o iPhone 8 ainda não é vendido no Brasil. O novo smartphone da Maçã chega US$ 50 mais caro que a geração anterior, mas ainda assim, ambos são dispositivos caros.

* S8: US$ 679 - 725;
* iPhone 8: US$ 699.
Empate.

QUEM GANHA?

iPhone 8: usabilidade + desempenho, display e multimídia, câmeras, bateria, preço

Galaxy S8: construção, usabilidade + desempenho, display e multimídia, bateria, preço

Gostou desse vídeo?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.