Comparativo 179 / 192 vídeos

Comparativo | Huawei P20 Pro vs iPhone X

08:50 | Por Wellington Arruda | 11 de Julho de 2018

Na cabeça de muita gente os grandes líderes do mercado se limitam a Apple e Samsung. Só que, com o tempo, cada vez mais concorrentes foram aparecendo, e nomes como Huawei ganharam espaço.

Com foco claro em recursos de design e câmeras, chegamos então ao Huawei P20 Pro e ao iPhone X. Está curioso para saber qual deles tem mais ou menos vantagens? Então confere aí o nosso comparativo.

CONSTRUÇÃO

Olhando para alguns detalhes, como a falta de entrada para fones de ouvido ou o cujo dito notch, iPhone X e Huawei P20 Pro são muito semelhantes. E eles compartilham coisas interessantes, como a certificação IP67 e corpo em vidro com alumínio nas laterais. Ainda em tempo, são 174 gramas do iPhone contra 180 gramas do Huawei.

Os dois celulares são confortáveis de serem segurados, o que resulta numa ergonomia muito bacana. A primordial diferença, entretanto, está no tamanho; se você prefere produtos compactos, o iPhone talvez seja mais indicado, mas se você quer um dispositivo maior, o P20 Pro segue esta linha.

Existem outros detalhes, como o conjunto de câmeras saltadas na traseira e um leitor biométrico na frente do P20 Pro. A Apple, por sua vez, foi mais radical e substituiu o Touch ID pelo Face ID. Ainda existe uma solução da Huawei para leitura facial, mas no iPhone ela tem mais segurança. Ambas são bem rápidas, inclusive.

Sendo assim, em termos estéticos, devemos admitir que estamos diantes de dois aparelhos muito bonitos. Ah, e com o detalhe de que o P20 Pro ainda permite, nos ajustes, esconder o notch - e agrupa melhor os ícones de notificação.

Vencedor: empate.

DISPLAY E MULTIMÍDIA

São 5,8 polegadas de tela no iPhone X contra 6,1 polegadas do P20 Pro. Respectivamente, eles utilizam as resoluções 2436 x 1125 pixels e 2240 x 1080 pixels com painéis OLED.

O celular da Apple traz tecnologia que adapta as cores do display de acordo com a luz ambiente, e o da Huawei também. As cores no iPhone são muito fiéis ao conteúdo, e a Huawei permite que você faça ajustes manuais para calibrar a intensidade, balanço de branco e mais.

Para consumir conteúdo, definitivamente estes são displays muito bons. Ainda existe, inclusive, a saída de áudio estéreo em ambos aparelhos e que funciona com definição e volumes bem legais.

Os recursos extras, neste caso, ficam para o 3D Touch e para os gestos da EMUI, onde você desliza o dedo na tela para realizar ações como iniciar uma gravação, tirar uma screenshot ou dividir a tela para dois apps.

Vencedor: empate.

USABILIDADE + DESEMPENHO

Falando do hardware e do uso destes dois aparelhos, o resumo é que você terá, se optar por qualquer um, experiências muito boas, se diferindo realmente no software: de um lado Android, do outro iOS. Mas eles ainda são bem monstrinhos.

O iPhone X tem um chip A11 Bionic de seis núcleos, com 3 GB de RAM e 64 GB de armazenamento (na versão “básica”). Ele ainda traz GPU e coprocessador de movimento M11 proprietários da Apple, Bluetooth 5.0 e NFC.

Já o P20 Pro tem um Kirin 970, com 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento. Nenhum deles aceita cartões MicroSD, entretanto. O celular da Huawei ainda carrega Bluetooth 4.2 e NFC. E, novamente, eles compartilham o uso de Inteligência Artificial, embora isto seja mais explorado pelo P20 Por nas câmeras.

Estes dois celulares tem força suficiente para as atividades atuais, e claramente terão fôlego para os próximos anos. Seja com aplicativos mais específicos e pesados, seja com atualizações de software. Neste caso, entenda que a escolha fica no software, e esta já é uma decisão individual.

Desta forma, Android e iOS amadureceram ao ponto em que o hardware tende a dar auxílio para os próximos e futuros recursos. Só que não vamos nos esquecer que o P20 Pro, por exemplo, tem entrada para dois chips e 128 GB de memória já na versão inicial.

Em termos de fluidez de uso, utilização de aplicativos, funcionalidades e até mesmo jogos, eles ficam lado a lado.

Vencedor: Huawei P20 Pro.

CÂMERAS

O iPhone X carrega dois sensores de 12 MP (f/1.8 e f/2.4), com zoom óptico de 2X e suporte ao modo Iluminação de Retrato para fazer fotos com desfoque e efeitos. Ele tem OIS nas duas lentes e ainda grava vídeos em 4K com 60 fps.

Já o P20 Pro tem três sensores: um de 8 MP (f/2.4) para o zoom híbrido de até 5X (e óptico até 3X); outro de 40 MP (RGB - f/1.8); e o terceiro de 20 MP (P&B - f/1.6) - somente o primeiro tem OIS. A grande sacada, aqui, é combinar os sensores para resultar em imagens melhores.

O que fica claro é que os dois fazem fotos excelentes, e o smartphone da Apple manda muito bem com vídeos. Mas, no quesito fotografia, o P20 Pro tem uma série de vantagens. Ele, por exemplo, pode fotografar em RAW, com um modo manual completo e utilizando os 40 MP. Não curtiu a composição do jeito que está? É só recortar a imagem, ela ficará grande neste modo.

Ele não perde nitidez, nem tanto detalhamento se você aplicar o zoom máximo. E pensando no lado prático da coisa, onde você acaba tendo mais recursos, o celular da Huawei ganha por oferecer mais capacidades.

As câmeras frontais são de 7 MP (f/2.2) no da Apple contra 24 MP (f/2.0) no da Huawei. Estas são ótimas câmeras, e o iPhone tem a vantagem, neste sensor, por contar com hardware extra para mapear o rosto do usuário e detectar profundidade de campo.

Vencedor: Huawei P20 Pro.

BATERIA

No iPhone comemorativo de 10 anos do lançamento do primeiro, a Apple trouxe 2.716 mAh de capacidade, com suporte ao carregamento por indução pela primeira vez. Já a Huawei apostou em 4.000 mAh com suporte ao carregamento rápido, porém sem suporte ao por indução.

A autonomia do iPhone e do P20 Pro para assistir vídeos no YouTube, respectivamente, rendeu uma descarga média de 19% e 7-8% por hora. Essa diferença também reflete no uso destes aparelhos; com o X, em uso intenso, você consegue um dia inteiro de autonomia, enquanto o P20 Pro deixa você voar por um dia e meio sem dificuldades.

Por fim, carregar o iPhone X leva cerca de 2h20 do seu tempo, e o P20 Pro toma cerca de 1h30.

Vencedor: Huawei P20 Pro.

PREÇO

Considerando que a Huawei não comercializa mais os seus produtos aqui no nosso país, vamos nos basear nos valores de ambos em dólar. Neste caso, o iPhone X é vendido por US$ 999 em sua versão base, e o P20 Pro por cerca de US$ 900.

São aparelhos caros, mas quem optar pelo “””mais barato””” não vai se frustrar com a escolha.

Vencedor: Huawei P20 Pro.

QUEM GANHA?

  • Huawei P20 Pro (6 pontos): construção, display e multimídia, usabilidade + desempenho, câmeras, bateria e preço
  • iPhone X (2 pontos): construção, display e multimídia.

Atualmente, o mercado de smartphones é liderado pela Apple, mas com a Huawei chegando muito perto. A fabricante chinesa já é a terceira maior do mundo, e vem ganhando cada vez mais espaço e fama fora da Ásia. Apesar da forte diferença de pontos entre eles no nosso comparativo, é preciso entender que estes são os melhores da Apple e Huawei.

Quem opta por comprar um smartphone do segmento premium, tem noção de que os preços são altos e de que existem dezenas de recursos muito bons em cada. Neste caso, a escolha de vocês pode variar bastante.

Afinal, o que é melhor para você, ter um dos melhores celulares Android ou o melhor iPhone dos dias de hoje?

Gostou desse vídeo?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.