Publicidade

Review Arno Xtreme Force Breeze VB40 | Ventilador que venta muito

Por| Editado por Léo Müller | 21 de Novembro de 2023 às 09h30

Link copiado!

Review Arno Xtreme Force Breeze VB40 | Ventilador que venta muito
Review Arno Xtreme Force Breeze VB40 | Ventilador que venta muito

O Arno Xtreme Force Breeze VB40 é um ventilador de mesa que promete muita potência e pouco barulho. Mas não só isso, o modelo da Arno tem muitas outras características interessantes que merecem destaque, como a construção e a eficiência energética, as quais conferiremos nesta análise completa.

Este é CT Eletro, o mais novo projeto do Canaltech! Nossa missão de ajudar você a escolher produtos eletrônicos agora se estende a um universo ainda maior. Com o CT Eletro, você terá acesso às informações mais atualizadas e confiáveis sobre os melhores produtos para o seu lar. Estamos aqui para tornar suas escolhas mais simples e acertadas quando se trata de tornar sua casa um lugar mais confortável e funcional.

Continua após a publicidade

Construção e design

  • Dimensões: 48,6 cm x 64,7 cm x 35,3 cm (LxAxP);
  • Peso: 4,1 kg;
  • Grade: 40 cm de diâmetro.

A construção do Arno Xtreme Force Breeze VB40 é bem diferente de outros ventiladores de mesa. O modelo que testamos foi o tradicional, de 40 cm de diâmetro, mas ele também pode ser encontrado na versão de 50 cm e 40 cm com função repelente, herdada do popular Arno Silent Force.

Continua após a publicidade

A primeira diferença interessante do ventilador da Arno é o corpo levemente inclinado para frente, permitindo que o usuário incline o produto um pouco mais para baixo que o normal. O legal é o sistema de inclinação mais moderno, abandonando aquele formato de rosca mais comum. Basta pressionar a região do mecanismo com dois dedos e movimentar o ventilador até sentir que ficou preso.

A montagem do Xtreme Force Breeze VB40 também difere um pouco do comum porque o encaixe do corpo com o suporte é horizontal, não vertical. Na prática, não interfere em nada, mas deixa o ventilador com um visual mais robusto. Um ponto negativo desse formato é que deixa uma espécie de vão entre o suporte e o ventilador que pode acumular poeira com o tempo.

Continua após a publicidade

Com relação ao visual, eu gostei que o Xtreme Force Breeze tem uns detalhes texturizados em algumas partes que melhoram a aderência. Além disso, o material plástico na cor preta é muito bonito, sem falar da hélice com um tom de azul-petróleo. Outro detalhe interessante é o controle de velocidade levemente texturizado.

No geral, achei um ventilador muito bem projetado. O produto se preocupa até em detalhar o que o usuário terá ao optar por uma das velocidades. Por exemplo, a velocidade média tem foco na eficiência energética, enquanto a mínima promete pouco ruído. E, na prática, é exatamente isso que o ventilador entrega.

Continua após a publicidade

Experiência de uso

  • Potência: 126 Watts (W);
  • Voltagem: 110 V/220 V.

Se você quer vento, o Arno Xtreme Force Breeze entrega. Na velocidade máxima, o ventilador da Arno superou o VTX-40-8P de 140 W ao registrar mais de 30 km/h contra 28 km/h. Usamos um anemômetro, um dispositivo que basicamente mede a velocidade do vento.

Muitos fatores podem influenciar positiva ou negativamente na velocidade do vento de um ventilador, como o design das hélices e o formato da grade. O modelo da Arno, por exemplo, tem uma hélice com um design que ela chama de Power Zone, que promete direcionar mais o vento para frente.

Continua após a publicidade

Nas velocidades média e mínima, o ventilador da Arno perde um pouco da potência, mas aparentemente é proposital. Como comentei anteriormente, a média é voltada para eficiência energética, tanto que, segundo a empresa, diminui em 20% o consumo de energia em relação à máxima.

Nível de barulho

Dos ventiladores que analisamos no Canaltech, o Arno Xtreme Force Breeze teve um ruído mediano. A cerca de 2 metros do ventilador rodando na velocidade máxima, nosso decibelímetro marcou cerca de 61 dB, somente um pouco abaixo do VTX-40-8P (65 dB).

Continua após a publicidade

Caso você queira o mínimo de barulho possível, a velocidade mínima é a mais adequada, ficando na casa dos 54 dB, equivalente a ventiladores com menos de 100 W na potência máxima. Segundo a OMS (Organização Mundial Da Saúde), esse nível é adequado para uma convivência saudável.

Gasto de energia

  • Média de gasto por hora na velocidade 1: R$ 0,05
  • Média de gasto por hora na velocidade 2: R$ 0,06
  • Média de gasto por hora na velocidade 3: R$ 0,10
Continua após a publicidade

O Arno Xtreme Force Breeze é bem potente na velocidade máxima, portanto já era esperado que o consumo de energia também seria elevado. Mas, surpreendentemente, o ventilador se saiu melhor que outros modelos equivalentes em preço, como o VTX-40-8P e o Super Power VSP-40-W, ambos da Mondial.

Nos nossos testes, o ventilador Arno consumiu 0,776 kWh em seis horas na velocidade máxima, o que é bem alto. Em termos práticos, se você usar o ventilador 6 horas por dia durante 30 dias, o consumo seria de, aproximadamente, 23,28 kWh.

Em Curitiba, onde o valor do kWh custa aproximadamente R$ 0,72 conforme a companhia elétrica Copel, utilizar o Xtreme Force Breeze 6 horas por dia durante 30 dias custaria em torno de R$ 16,95.

Na velocidade média, na qual a empresa promete uma redução de 20% no consumo de energia, o gasto foi para 14,58 kWh, o que, financeiramente, significaria uma redução de, aproximadamente, 37% na conta de luz, custando R$ 10,62. Lembrando que consideramos uma utilização diária de 6 horas por 30 dias.

Continua após a publicidade

Vale mencionar que utilizamos o preço convencional do kWh de Curitiba por não apresentar variações dependendo do horário, como acontece na capital de São Paulo. Se quiser saber mais sobre como a companhia elétrica da sua cidade define a tarifa de consumo de energia, consulte seu site oficial.

Aquecimento do ventilador

Quanto à temperatura, o Xtreme Force Breeze apresentou um aquecimento similar a modelos como o VTX-40-8P, acima de 35 °C. Para a potência dos ventiladores, não foi considero um ponto muito negativo, pois, ao toque, todos pareceram relativamente resfriados.

Continua após a publicidade

Limpeza e cuidados

O Xtreme Force Breeze tem uma construção boa para limpeza porque as peças são fáceis de remover. No entanto, devo destacar negativamente o formato do encaixe do suporte com o corpo do produto, que apresenta um vão que deve acumular bastante poeira dependendo do local. Então, será preciso desencaixar o ventilador sempre for limpar a região.

Quanto ao uso diário, é importante ter cuidado quanto à instalação elétrica. O ventilador é vendido nas versões de 110 V e 220 V, então escolha a melhor conforme as tomadas que possui na sua casa ou onde for usá-lo.

Continua após a publicidade

Concorrentes diretos

Um bom concorrente do ventilador da Arno é o Mallory Neo Air 15 Vibe. Também com 6 pás, o modelo promete eficiência energética tipo A até na velocidade máxima, assim como o Xtreme Force Breeze. No entanto, o modelo da Mallory se destaca pelos acessórios de cores diferentes para personalizar o produto, o que é interessante. Seu preço médio é de R$ 200.

Vale a pena comprar o Arno Xtreme Force Breeze?

Na faixa de preço de R$ 200, o ventilador Arno Xtreme Force Breeze é um dos melhores de 40 cm de diâmetro do mercado. Ele cumpre quase tudo o que promete: venta muito na velocidade máxima, consome pouca energia na média e é bem silencioso na mínima.

O único ponto negativo do modelo é a parte da limpeza, que não deve ser muito fácil já que o vão entre o suporte e o corpo deve acumular bastante poeira com o tempo, e para limpar será preciso removê-lo completamente. Mas, tirando isso, é um produto quase perfeito.