Ministro das comunicações afirma que leilão do 5G ficou para 2021

Por Rubens Eishima | 08 de Julho de 2020 às 14h30
CNBC
Tudo sobre

Anatel

Saiba tudo sobre Anatel

Ver mais

O ministro das Comunicações Fábio Faria afirmou em entrevista à Jovem Pan que o leilão das frequências do 5G deve acontecer no primeiro semestre de 2021. O motivo apresentado por ele foi a não realização de todos os testes de campo necessários, requisito para os estudos prévios à concessão das bandas de sinais para a rede de nova geração.

Faria explicou que os testes em conjunto com a Anatel vão trazer informações sobre preço, investimentos e transparência. Além disso, o ministro sugeriu que da avaliação sairá os argumentos sobre a liberação ou não da Huawei (e provavelmente da ZTE) para a implantação da infraestrutura do 5G.

“Eu tenho certeza que neste ano não vai dar mais tempo para fazer esse leilão. Vamos deixar para 2021”, declarou Fábio Faria.

A declaração do ministro repete a afirmação feita pelo presidente da Anatel, Leonardo Euler, que já tinha descartado a possibilidade de leiloar as frequências do 5G em 2020. Em videoconferência com o deputado Vinícius Carvalho (Republicanos-SP), Euler citou que a venda aconteceria “na melhor das hipóteses” no primeiro trimestre de 2021.

Por outro lado, Euler reforçou a opção de utilizar frequências do 4G para as redes de nova geração, o que exigiria a compatibilidade de celulares com as bandas atuais para o 5G.

Fonte: Jovem Pan, Teletime (1, 2)  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.