Startup brasileira de gamificação é um dos destaques da The Next Web Conference

Por Felipe Ribeiro | 09 de Maio de 2019 às 12h43
The Next Web

O The Next Web Conference 2019, um dos maiores eventos de tecnologia e inovação do mundo, tem início nesta quinta-feira, 9 de maio, em Amsterdã, na Holanda. Além de ser um ambiente propício e pensado para a realização de negócios, o evento apresenta ao público as novas tendências e caminhos que estão sendo seguidos, além dos impactos financeiros, administrativos e políticas para o desenvolvimento tecnológico.

Durante as conferências, estarão presentes CEOs, investidores, empreendedores e visionários de companhias e instituições como Wikipedia, Google, Booking, Bosch, European Comission, entre outras. A expectativa dos organizadores é de superar a edição do ano passado, que recebeu mais de 17 mil pessoas entre corporações, startups, delegações governamentais e representantes de mais de 380 fundos de investimentos.

Presença brasileira

A Kludo, startup brasileira que desenvolve soluções de gamificação para o mundo corporativo, foi uma das escolhidas para participar do evento e mostrar suas soluções, com cases de gamificação em diversos setores, como farmacêutico, bancário, cosméticos, consultorias e infraestrutura.

"Trouxemos para o The Next Web toda a nossa solução de gamificação para ambientes corporativos, incluindo os cases que acumulamos em áreas de back-office, call center, vendas e operações. Com as ferramentas da Kludo, as empresas podem produzir treinamento, seja para atender necessidades de desenvolvimento técnico ou comportamental, em um ambiente virtual em que texto, imagem e vídeos são transformados em jogo", comenta Daniel Sgambatti, CEO da Kludo, em entrevista ao Canaltech.

Imagem: Kludo

A Gamificação é o uso de mecânicas e dinâmicas de jogos para engajar pessoas, resolver problemas e melhorar o aprendizado, motivando ações e comportamentos em ambientes fora do contexto de jogos. A Kludo desenvolveu um sistema para que isso fosse utilizado no ambiente corporativo.

"Acreditamos que pode ser divertido tratar de questões importantes no ambiente de trabalho. Ao invés de usar métodos e ferramentas convencionais, permitimos que as empresas produzam conteúdo em formato de games para seus colaboradores. Dessa maneira ajudamos as empresas a aumentarem o engajamento no consumo de conteúdo, diminuindo o tempo necessário para produzir e repassar esse conteúdo e ainda aumentar a retenção do conhecimento", explica Sgambatti.

Funcionário monta seu próprio avatar dentro do sistema da Kludoq Imagem: Kludo

Para exemplificar como a empresa atua, é possível estabelecer um cenário em que determinado cliente precisa treinar um grupo de representantes comerciais. Um ambiente personalizado é construído e uma espécie de avatar — que é personalizado de acordo com o usuário — pode caminhar executando as atividades propostas uma a uma. Assim é possível transportar o dia a dia do usuário para dentro do jogo, o que facilita o engajamento e retenção de conteúdo sem a necesidade de instalação de nenhum software.

A The Next Web Conference vai até esta sexta-feira, dia 10 de maio. Se por algum acaso você, leitor, estiver passando por Amsterdã, vale a pena conferir o evento e o trabalho dos brasileiros da Kludo.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.