Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

O que é um pitch?

Por| Editado por Claudio Yuge | 13 de Abril de 2023 às 22h20

Link copiado!

Freepik/Drazen Zigic
Freepik/Drazen Zigic

Para que a sua startup tenha sucesso, encontrar uma ideia promissora e desenvolver um bom produto não são o suficiente. A sessão de pitch é fundamental para conseguir os recursos necessários para alavancar o negócio. Entenda o que é um pitch, sua importância, e muito mais.

O termo "pitch" pode ser traduzido como "arremesso" e tem origem nos esportes. No beisebol, significa o arremesso do time defensor. Nos Estados Unidos dos anos 40, que vivia um boom nas vendas diretas, a metáfora do beisebol passou a ser utilizada para descrever apresentações comerciais.

Somente nas décadas de 80 e 90 que o termo passou a ser utilizado como conhecemos hoje, referindo-se ao "lançamento" de uma startup. Atualmente, o ciclo de vida médio de uma startup é baseado em diferentes tipos de pitch: seja para entrar no programa acelerador ou para receber a primeira rodada de investimentos.

Continua após a publicidade

O que é um pitch?

Um pitch é uma apresentação direta e curta que visa vender uma ideia. Um pitch pode ser dividido em quatro partes: descrição, metas, requisitos e monetização. É o que diz a teoria do guardanapo, que defende que um empreendedor poderia vender a sua ideia durante uma café dividindo um guardanapo em quatro quadrantes.

Portanto, durante o pitch, é preciso ressaltar os aspectos mais relevantes do seu negócio de maneira objetiva, apresentando resposta para questões como: "Qual é o problema que você quer resolver?", "Como é o mercado?", "Qual é o diferencial da sua empresa?" e "Quem são os profissionais que formam a sua equipe?".

Como fazer um bom pitch?

Antes de fazer a apresentação, é preciso que o empreendedor defina seus objetivos e o seu público, principalmente sobre o tipo de investimento que ele deseja para o seu negócio: investidor anjo ou venture capital. Ambos os tipos possuem vantagens e desvantagens e é preciso identificar qual se encaixa melhor na sua proposta.

Em entrevista para a Tagsoft, Dave McClure, cofundador do fundo de risco e acelerador 500 Startups, afirma que o ideal é abrir a apresentação com o "elevador pitch", ou pitch de 1 minuto, onde você explica brevemente a ideia geral do negócio para os investidores e somente depois entrar nos detalhes.

Além de contar a história do seu negócio, é fundamental demonstrar métricas otimistas de crescimento da sua empresa, que demonstrem o potencial da proposta. Outros fatores importantes são o tamanho do mercado, da equipe e as expectativas de investimento.

Continua após a publicidade

O peso de cada um desses parâmetros vai depender do tipo de pitch que será utilizado, dentre os mais comuns os de um minuto, de três a cinco minutos, de sete a 10 minutos, ou de até 20 minutos. Não importa, porém, pois a ideia do pitch é uma só: fazer uma boa síntese de ideias e administrar bem o tempo.